Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Seap transfere 15 presos perigosos para o Sistema Penitenciário em outros Estados

O embarque na aeronave conteceu às 15h20 desta terça-feira (30)

O Liberal

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Pará (Seap) realizou, nesta terça-feira (30), a transferência de presos de alta relevância criminal, para unidades de segurança máxima do Sistema Penitenciário Federal, em outros Estados. A transferência foi feita após pedidos da Seap, que argumentou junto ao Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), sobre os crimes cometidos e a periculosidade desses custodiados, integrantes de quadrilhas do crime organizado nacional e internacional.

Os argumentos da secretaria foram acatados pelo DEPEN e também encaminhados para análise e julgamento dos juízes corregedores federais, que deferiram os pedidos de transferência. Todo o trabalho de transferência foi feito com protocolos de segurança, saúde e para garantir a integridade física e mental.  

No Graesp, os 15 presos foram submetidos a exames de corpo de delito, realizados por médico do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, parceiro da secretaria, e para covid-19, feito por equipe de saúde da Diretoria de Assistência Biopsicossocial, da Seap. Todos receberam ainda atendimento psicossocial, de saúde, alimentação e hidratação, antes do embarque. Todos apresentaram bom estado de saúde e nenhum testou positivo para covid.

O atendimento pelas equipes da Seap e das instituições parceiras no Graesp foi acompanhado pelo secretário Jarbas Vasconcelos, pelo secretário adjunto, Arthur Moraes, e por diretores e gestores da Seap. Depois de finalizada essa parte, os 15 presos foram encaminhados para a Base Aérea, do Comando da Aeronáutica em Belém. No local, os presos foram entregues para policiais penais do Sistema Penitenciário Federal, e também passaram por procedimentos e protocolos de segurança.

O embarque aconteceu às 15h20 horas, em um avião Hércules C 105, da Força Aérea Brasileira, que foi enviado para a missão em Belém, pelo Departamento Penitenciário Nacional.

A transferência executada pela Seap foi planejado e coordenado pelas Diretorias de Execução Criminal (DEC) e de Administração Penitenciária (DAP), com apoio e segurança de equipes da Polícia Penal, da Assessoria de Segurança e Inteligência (ASI), da Central Integrada de Monitoramento Eletrônico (CIME), órgãos da secretaria, e pelo Comando de Operações Penitenciárias (COPE), da Polícia Militar, mas que atua na segurança das unidades do Sistema Penitenciário do Estado, e que coordenou a operação, durante o percurso do ‘comboio’ de viaturas entre o complexo de Santa Izabel e o hangar do Grupamento Aéreo de Segurança Pública, em Belém.

A parceria da Seap com todos os órgãos do Sistema Integrado de Segurança Pública do Pará, com apoio irrestrito do Governo do Estado, foi fundamental para o êxito desta e das outras transferências para o Sistema Penitenciário Federal. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA