Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Quatro homens morrem em confronto com a polícia de Rurópolis

Eles foram alvejados dentro de uma casa durante uma ação policial

O Liberal

Quatro homens morrem em um confronto com policiais no município de Rurópolis, no sudoeste paraense. Segundo informaram as Polícias Militar e Civil, as mortes ocorreram durante a tentativa dos agentes de dar cumprimento a mandados judiciais de busca e prisão, nas primeiras horas desta quarta-feira (25). O relato policial indica que os quatro homens teriam reagido e foram alvejados. As informações são do Portal Plantão24Horas News.

Segundo a equipe da 17ª Companhia Integrada da PM (17ª CIPM), a ocorrência foi por volta das 6h, quando, durante diligências, os policiais cercaram um imóvel na rua Magalhães Barata, no bairro Bela Vista. A polícia informou que foi recebida com tiros e, na tentativa de neutralizar a ação, atingiu os suspeitos. Os quatro homens morreram dentro do imóvel.

Eles foram identificados como Francisco Oliveira Cruz, Jhon Bairo Alfonso, (Venezuelano), Velasquez Vasquez (Venezuelano) e um quarto homem, que não portava documentos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) foi acionado, mas todos já estavam mortos no local. 

Segundo as autoridades policiais, Francisco, mais conhecido pelos apelidos de Chiquinho ou Subzero, seria integrante de uma facção criminosa, e havia sido preso por tráfico de drogas e homicídio. Jhon, Velasquez e o homem sem identificação também teriam envolvimento com o tráfico.

Nas buscas, foram localizados um revólver calibre 32, com quatro munições intactas, e outra arma de calibre 38 com cinco munições. A PM também comunicou que encontrou papelotes de entorpecentes e uma quantia em dinheiro, mas a quantidade e o valor não foram informados. 

Sobre o trabalho de cumprimento de mandados judiciais, a polícia informou que cumpriu cinco mandados de busca e apreensão e prendeu Régis Ferreira da Silva. A operação segue em andamento.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA