logo jornal amazonia

Quarteto é preso suspeito de envolvimento a assalto em supermercado de Castanhal

O assalto aconteceu na tarde de segunda-feira (5) e no mesmo dia os suspeitos foram presos

O Liberal
fonte

Quatro pessoas foram presas na tarde de segunda-feira (5) suspeitas de envolvimento em um assalto a um mercadinho localizado na Agrovila de Nazaré, em Castanhal, região nordeste paraense. Os suspeitos foram identificados como Maria Eliane Silva Lima, 25 anos; Marco Antônio Cordovil Bezerra Júnior, 27 anos; Ivan Fernandes de Lima, 33 anos e Moisés Oliveira da Silva, 20 anos. As informações são do Naldo Lobo Notícias. 

VEJA MAIS

image Polícia desmancha fábrica clandestina de armas em Muaná
O responsável pela produção dos armamentos disse que vendia os artefatos por R$ 1.500 cada

image Homem é preso por esfaquear e apontar espingarda contra companheira grávida em Rio Maria
Segundo a vítima, o caso teria iniciado após uma crise de ciúmes do companheiro

image Idoso morre ao ser atingido por caminhão em Bragança; motorista fugiu sem prestar socorro
José Carneiro do Nascimento tinha 74 anos e pilotava uma motoneta quando o acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (6)

O roubo aconteceu ainda na tarde de segunda-feira, enquanto ocorria o jogo da Seleção Brasileira contra a Coreia do Sul pela Copa do Mundo do Catar. A Polícia Militar foi acionada sobre o caso e iniciou as buscas pelos suspeitos.

Os militares conseguiram localizar o quarteto e, na rodovia que leva ao município de São Domingos do Capim, houve troca de tiros. Não foi informado se alguém ficou ferido. 

De início, apenas três pessoas foram presas. O quarto integrante foi detido quando tentou fugir por uma área de mata. 

Os suspeitos foram levados à Delegacia de Castanhal para os devidos procedimentos. 

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA