Preso por matar adolescente de 15 anos apresenta nova versão sobre motivação do crime à Polícia

Segundo a Polícia, Matheus disse que matou Bianca após ela ameaçar contar para a amiga dela, com quem ele tinha um relacionamento, sobre o caso deles

A Polícia Civil acredita que, com a prisão de Matheus Pinheiro dos Santos Teixeira, de 22 anos, as investigações da morte da jovem Bianca Cunha da Silva, de 15 anos, seguem para seu encerramento. O rapaz confessou ter matado e escondido o corpo da jovem, usando um carro de mão para jogar o cadáver dela em uma rua do conjunto Paulo Fonteles, no bairro do Mangueirão. 

Inicialmente, um vídeo de uma suposta confissão de Matheus dizia que ele tinha matado Bianca por ciúmes, após ele descobrir que ela o traia. Contudo, segundo a Polícia Civil, ele desmentiu essa versão em depoimento oficial, e disse que teria matado a moça por ela ter ameaçado contar para a amiga dela que eles estavam tendo um caso - Matheus morava com uma outra mulher e tinha um relacionamento com a amiga de Bianca. 

"Ele disse que tinha um caso com a amiga da Bianca, e conheceu a adolescente por meio dessa amiga. Ao mesmo tempo, ele começou a sair com Bianca, sem a amiga saber.  No dia anterior a morte dela, os três ainda jantaram juntos e depois, ele marcou um encontro em sua casa. A Bianca saiu da casa da amiga, encontrou com ele em uma praça na Marambaia e de lá eles foram andando até a casa do Matheus. Lá, eles tiveram relações sexuais e, pela manhã, ela acordou e pediu o aparelho celular dele e uma quantia em dinheiro, para que ela não contasse para a amiga que eles estavam tendo um relacionamento. Isso desencadeou uma discussão, que virou uma briga e, segundo ele, quando percebeu, já tinha estrangulado a jovem", disse o delegado Eduardo Rollo, da Divisão de Homicídios, responsável pelo caso. Ele deu uma "gravata" na jovem e envolveu o pescoço dela com uma camisa, matando a jovem estrangulada. 

Segundo o delegado, essa versão parece ser a real, pois condiz com o que foi apurado ao longo da investigação. Ainda no vídeo com a suposta confissão, Matheus diz que estava em um relacionamento com Bianca há três anos, mas segundo a Polícia, o caso deles se estendia há cerca de 15 dias. Segundo a família, a jovem, que tinha diagnóstico de esquizofrenia desde os 13 anos de idade, nunca havia mencionado estar namorando com Matheus e, pais e parentes disseram nunca terem visto o assassino.

Ainda segundo o delegado Eduardo Rollo, após matar a jovem, ele pediu que um taxista levasse o embrulho onde estava o corpo da jovem para um local onde ele iria desová-lo, mas após o homem perceber que ali estava um cadáver, ele se negou. Por causa disso, Matheus decidiu alugar um carro de mão por 10 reais e se livrar o corpo sozinho, como mostram as imagens de câmeras de segurança.

A Polícia colheu depoimentos das pessoas que foram citadas pelo acusado, como o taxista e a amiga de Bianca, e anexou aos autos da investigação. Agora, Matheus Pinheiro responderá por homicídio qualificado - com agravante de feminicídio, e ocultação de cadáver. Por ter sido preso em flagrante, ele segue para o Sistema Penitenciário para cumprir sua pena pelos crimes. 



 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA