Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia prende, no Distrito Federal, homem acusado de participar de assassinato em Marabá

Vítima foi espancada e, em seguida, jogada de cima de uma ponte

O Liberal

Foi preso e apresentado, na 6ª Delegacia de Polícia Civil de Paranoá (DF), Matheus Tassio Pereira da Silva. Com mandado de prisão preventiva expedido pela 3ª Vara Criminal de Marabá. Ele é acusado de participar do assassinato de Iuri Sousa Gonçalves, ocorrido no dia 3 de junho de 2019, que foi jogado de cima da ponte rodoferroviária do Rio Tocantins. As informações são do portal Correio de Carajás e foram divulgadas neste sábado (20).

Na investigação, que é conduzida pelo delegado Toni Rinaldo Rodrigues de Vargas, titular do Departamento de Homicídios, ficou esclarecido que Iuri foi perseguido, espancado e jogado da ponte por causa de uma disputa entre membros de grupos criminosos. Matheus é o quarto envolvido no crime que, como os demais, se encontra preso e aguarda transferência para o sistema prisional em Marabá. Ainda permanece foragido o indivíduo Betueo Coelho da Silva, conhecido como “Magrão”.

Conforme apurado pela investigação policial, na época do crime, Iuri e sua companheira estavam em uma casa noturna, no São Félix, e voltaram em uma motocicleta, de carona e com uma terceira pessoa. Eles foram seguidos por cinco homens em duas motos. Os bandidos os alcançaram em cima da ponte, chutando a moto e, assim, obrigando o piloto a parar o veículo. Foi então que começaram a sessão de espancamento contra Iuri, que, em seguida, foi jogado no rio.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA