Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Pinóquio' é preso acusado de estuprar e engravidar enteada com transtorno mental

O suspeito foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Altamira. Ele passou por exames de corpo delito e, em seguida, foi levado ao Complexo Penitenciário de Vitória do Xingu

O Liberal

Pedro Soares de Aragão, de 60 anos, conhecido como “Pinóquio”, foi preso nesta quarta-feira (31), na comunidade ilha da Fazenda, área rural do município de Senador José Porfírio, sudoeste do Pará. Ele é suspeito de estuprar e engravidar a enteada, uma mulher de 40 anos, que possui transtorno mental. O caso foi denunciado à Delegacia Especializada no Atendimento de Crianças e Adolescentes (Deaca) que deu início à investigação. As informações são do site Confirma Notícia.

Pessoas que conhecem “Pinóquio” relataram que ele se aproveitava do fato da vítima não ter condições de denunciar os abusos. “Ela já tem 40 anos, porém, ela não fala. Não consegue se comunicar. Fala embolado, é deficiente mental”​​, afirma a testemunha, sem se identificar.

VEJA MAIS

Papa adota lei rígida contra abuso sexual
Determinação torna obrigatória denúncia de casos e aumenta prazo de prescrição do crime

Pastor é investigado por abuso sexual contra fiel durante oração
O religioso chegou a abrir zíper da calça e encostou pênis nas pernas da mulher enquanto orava

Famílias denunciam suposto abuso sexual em creche municipal de Santarém
A primeira denúncia foi feita na Deaca no dia 28 de abril, pela mãe de um aluno, da Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei), onde os casos supostamente teriam acontecido.

De acordo com informações da polícia, atualmente, o idoso convivia com a enteada e a mãe dela. Em alguns momentos, o suspeito saía para pescar e levava a vítima. Os familiares da vítima informaram à polícia que, depois de um tempo, ela engravidou, o que levantou as suspeitas dos abusos. Após um exame de DNA, foi confirmado que a criança era filha de “Pinóquio”.

Hoje, a criança está com 9 meses de vida, ela e a mãe devem receber atendimento de uma equipe especializada do Propaz. “Pinóquio” foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Altamira. Ele passou por exames de corpo delito e, em seguida, foi levado ao Complexo Penitenciário de Vitória do Xingu.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA