Perseguição a assaltantes no Benguí termina com um morto e três presos

Segundo os moradores, ocupantes do carro estavam 'tocando o terror' realizando uma série de assaltos na região

Redação Integrada

Uma perseguição policial terminou com um morto e um suspeito baleado, nesta segunda-feira (17), no bairro do Benguí, em Belém. Cláudio Gemaque Mendes, que morreu, e outros três criminosos estavam cometendo assaltos na região, quando foram interceptados pela Polícia Militar em uma das ruas do bairro e, após uma perseguição, desembarcaram e iniciaram a troca de tiros.

Segundo informações do 29º Batalhão de Polícia Militar (BPM), por volta de 16 horas, uma guarnição recebeu a informação de que quatro homens em um veículo Chevrolet Onix haviam cometido um assalto e fugido para a Rua Benfica com os pertences das vítimas. De acordo com os moradores, os criminosos estavam "tocando o terror" há alguns dias.

Policiais do motopatrulhamento começaram a perseguição até a rua Benfica, quando os criminosos pararam o veículo e desembarcaram, de arma em punho, e atiraram, segundo informaram os policiais militares. Diante da situação, os policiais disseram que não tiveram escolha e tiveram que se defender, o que resultou no baleamento de dois suspeitos.

Um bandido morreu e outro foi baleado durante o confronto. (Reprodução)
Ao tentar enfrentar os policiais militares, um deles levou a pior. (Reprodução)

Após neutralizarem os ocupantes do carro, os policiais militares solicitaram o socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), que levou os feridos ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua. No hospital, Claudio Gemaque morreu em decorrência dos ferimentos, enquanto Deyvidson da Silva Ferreira foi ferido no peito, mas segundo a Polícia Militar, não segue com risco de morte.

Dentro do carro, foram encontrados vários objetos roubados, como aparelhos celulares, bolsas, carteiras e mochilas de vítimas dos roubos. Com os suspeitos, a polícia apreendeu duas armas de fogo. Todo material apreendido foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil do Benguí, onde o caso foi registrado. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA