Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher é presa por participação em atos de violação sexual contra a filha em Castanhal

A acusada é investigada pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de pornografia infantil

O Liberal

A Polícia Civil prendeu, em Castanhal, no nordeste do Pará, uma mulher que é investigada pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de material que contenha pornografia envolvendo crianças e adolescentes. As investigações demonstraram a efetiva participação dela em atos de violação sexual envolvendo sua filha, de apenas 10 anos de idade. Ela agiu em coautoria com um homem que já preso, ainda segundo a Polícia Civil.

A prisão é resultado de trabalho integrado entre a Polícia Civil e Ministério Público do Estado do Pará, da Polícia Científica do Pará e do Conselho Tutelar. E as diligências foram realizadas, na sexta-feira (29), para dar cumprimento a mandados judiciais de prisão e busca e apreensão domiciliar decretados pelo Poder Judiciário da Comarca de Castanhal, contra a mulher que foi presa.

VEJA TAMBÉM:

Polícia prende idoso por estupro de vulnerável
O acusado atraía adolescentes sob pretexto de jogar videogame

Pastor é preso acusado de estupro de vulnerável em Altamira
A vítima foi encaminhada para atendimento e escuta especializada

Os fatos que resultaram na decretação da custódia cautelar da investigada são decorrentes da continuidade das investigações da Operação Epieos, desencadeada, em 15 de março deste ano, que visou o cumprimento de mandados judiciais de prisão e busca e apreensão contra dois investigados. Eles foram presos naquele mesmo dia 15 e se encontram à disposição da Justiça nos respectivos presídios da Secretaria de Administração Penitenciária.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA