Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher é baleada na barriga por PM, na Sacramenta

Tiro de bala de borracha foi disparado durante uma confusão generalizada

O Liberal

Uma confusão generalizada terminou com uma mulher atingida na barriga por uma bala de borracha, na tarde desta sexta-feira (15), na rua Santo Antônio, próximo do canal da São Joaquim, no bairro da Sacramenta, em Belém. O tiro teria partido da arma de um policial militar.

De acordo com informações de testemunhas, a PM estaria realizando uma ação para prender um homem identificado como “Diego Playbloy”, marido de uma das mulheres envolvidas na confusão, quando uma delas partiu para cima da guarnição, a fim de evitar a prisão.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento em que a mulher trava luta corporal com um dos militares. O PM consegue se desprender da mulher e pega, dentro da viatura, uma arma para atirar contra ela.

A vítima, o marido dela e um outro homem foram conduzidos para a Seccional Urbana da Sacramenta, para a realização dos procedimentos legais.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar, que respondeu informando que “uma equipe abordou um casal que reagiu empurrando os policiais militares. Os policiais reagiram e utilizaram balas de borracha para controlar a situação”. A PM não informou, porém, se já identificou os PMs e quais providências serão tomadas.

Após a repercussão do caso, o promotor de Justiça Militar, Armando Brasil, afirmou que irá determinar a instauração de inquérito policial militar para apurar o fato. Segundo o promotor, somente as investigações poderão esclarecer se houve excesso por parte dos militares.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA