Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Maus-tratos: cadela é encontrada amarrada em árvore, sem água e comida, no sul do Pará

O animal foi levado a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santa Maria das Barreiras em estado de desnutrição

Amanda Martins

Nesta semana, uma cadelinha foi resgatada em situação de maus-tratos, em um quintal de uma casa, no Distrito Casa de Tábua, na zona rural de Santa Maria das Barreiras, no sul do Pará. O animal estava amarrado em uma mangueira, sem água ou comida, prestes a morrer enforcado. A Polícia Militar informou que a denúncia veio de uma fonte anônima. 

VEJA MAIS

Teoria do Elo: violência contra animais e contra mulheres estão mais relacionadas do que se imagina
Belém poderá ter o primeiro projeto de cruzamento de dados entre delegacias especializadas para investigar o crime duplo

Polícia Civil investiga condomínio de luxo onde moradores mataram pirarucu a pauladas no Pará
Na manhã desta terça-feira (25), policiais da Demapa compareceram ao Condomínio Lago Azul com objetivo de apurar um suposto caso de maus tratos de animais

VÍDEO: Cavalo não suporta peso de carroça com tijolos, barro, cimento e cai na rua em Ananindeua
As imagens revoltaram internautas que apontaram a situação como recorrente com animais na área

De acordo com a PM, a cadela foi resgatada com urgência porque estava desnutrida, uma vez que não vinha se alimentando corretamente. O imóvel em que o animal foi encontrado estava vazio. Até o momento, ninguém foi preso. 

A cadela foi levado até a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santa Maria das Barreiras e ficará sob os cuidados dos servidores públicos. 

(*Estagiária Amanda Martins, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA