Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Líder de facção criminosa do Ceará é preso em Parauapebas, no Pará

As investigações da PC apontaram que o suspeito teria a missão de expandir o grupo criminoso

O Liberal

Daniel da Costa Leandro, o “Babu”, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (26), em Parauapebas, no sudeste do Pará. O homem é suspeito de liderar uma facção criminosa no Ceará, mais precisamente nas regiões de Jijoca de Jericoacoara e Vila Preá. As investigações da PC apontaram que, em Parauapebas, “Babu” teria a missão de expandir o grupo criminoso. As informações são do site Zé Dudu.

Na ocasião, foram apreendidos diversos smartphones, anotações e um notebook, que vão auxiliar na continuidade das investigações. No momento da prisão, “Babu” apresentou documentação falsa aos policiais, razão pela qual foi autuado em flagrante delito por uso de documento falso.

VEJA MAIS

Homem é morto e decapitado por facção criminosa
A vítima ainda teria sido torturada antes de morrer

Conselheiro de facção criminosa é preso em Salinas
Suspeito de envolvimento em ataques a policiais penais estava foragido

Suspeito de integrar facção criminosa é assassinado em Medicilândia
Ele estava dentro de um bar e restaurante e não teve chances de defesa

Participaram da missão a Diretoria de Polícia Especializada (DPE), Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Delegacia de Repressão a Facções Criminosas (DRFC), Diretoria de Polícia do Interior (DPI), 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas; e Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil do Estado do Ceará.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA