Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem é morto a tiros no Ver-o-Peso

Caso ocorreu no início da manhã desta terça (01/02), na avenida Boulevard Castilhos França

Dilson Pimentel

Um homem em situação de rua foi morto a tiros no início da manhã desta terça-feira (1º), numa das áreas mais movimentadas do centro de Belém. A vítima foi identificada, a princípio, apenas pelo apelido "Macaquinho". O crime ocorreu na avenida Boulevard Castilhos França, no complexo do Ver-o-Peso.

Segundo o perito criminal Benedito Leão, da Polícia Científica do Pará, o homem foi surpreendido quando dormia em uma barraca do Mercado do Ver-o-Peso, onde há o estacionamento. Ele levou dois tiros na "lateral direita da cabeça". Foi, portanto, uma execução. O crime ocorreu por volta das 5 horas da manhã. Ainda não se sabe a motivação do crime.

VEJA MAIS

Criminosos invadem hotel na Av. Presidente Vargas para roubar celulares e dinheiro
Uma das vítimas foi obrigada a deitar com o rosto virado para o chão

Jovem é executado em oficina mecânica na estrada do Tapanã
Vítima havia acabado de chegar ao local quando foi reconhecida e alvejada

"O pessoal, aqui, não quer falar nada", disse o perito. Exames que serão feitos no Instituto Médico Legal, para onde o corpo já foi removido, vão apontar o tipo de arma usada para matar a vítima, conhecida pelo apelido de Macaquinho" e que vivia em situação de rua. Ele não tinha nenhum documento de identificação. Policiais militares também estiveram na cena do crime. Até agora, é desconhecida a identidade do autor dos disparos.

Quaisquer informações que possam ajudar na identiticação e captura das pessoas envolvidas no crime, podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181). Não é preciso se identificar e a ligação é gratuita.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA