logo jornal amazonia

Homem é morto a golpes de terçado no início da manhã do feriado de Finados, em Santarém

Vítima, ainda não identificada, chegou a ser socorrida. Crime aconteceu no bairro Bela Vista do Juá, zona oeste do município

O Liberal

No início da manhã desta quarta-feira, 2, Dia de Finados, um homem que ainda não foi identificado morreu após receber mais de 10 golpes de terçado. O crime aconteceu na quadra 25, lado B, do bairro Bela Vista do Juá, zona oeste de Santarém. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações de uma página do interior, a vítima recebeu vários golpes de terçado, provavelmente mais de 10, que atingiram principalmente a cabeça, pescoço, braços, pernas e pés. Ele chegou a receber os primeiros-socorros, por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e foi levado para o Hospital Municipal de Santarém, entretanto, não resistiu aos ferimentos e veio á óbito.

VEJA MAIS

Comerciante morre em acidente de trânsito na avenida Independência ao tentar estacionar Kombi
A perícia criminal apontou que a vítima foi arremessada do carro e esmagada pela própria kombi que conduzia

'Pingolinha' é encontrado morto e em estado de decomposição em ramal de Barcarena
A vítima estava desaparecida desde o domingo (30), diz Polícia Civil

DJ de aparelhagem é morto a tiros durante festa em Concórdia do Pará
A motivação do crime teria sido um desentendimento com uma outra pessoa que participava do evento

O delegado da Polícia Civil de Santarém, Germano do Vale, informa que o caso foi notificado antes das 7h da manhã desta quarta-feira, porém, até o fim da manhã, a vítima ainda não teve a identidade descoberta. O corpo segue no necrotério do Hospital Municipal aguardando procuração para ser identificado.

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA