Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Foragido por estupro de vulnerável, bombeiro civil é preso dentro de shopping de Belém

Roberto Nazareno Ferreira Guimarães, de 44 anos, é acusado de abusar de uma criança de seis anos

Ana Laura Carvalho

O bombeiro civil Roberto Nazareno Ferreira Guimarães, 44 anos, foi preso no início da tarde desta terça-feira (9), por volta das 13h, pelo crime de estupro de vulnerável, cometido contra uma criança de 6 anos. Equipes da Superintendência da Região Metropolitana de Belém, comandadas pelo delegado Roberto Gomes, efetuaram a prisão dentro de um shopping center localizado no bairro do Castanheira, em Belém, no momento em que o suspeito estava de serviço naquele estabelecimento.

VEJA MAIS

Servidor do Detran é condenado a 18 anos de prisão por estupro de vulnerável
Inicialmente, a pena deverá ser cumprida em regime fechado. Além da condenação, foi decretada a perda do cargo público ocupado pelo servidor

[[(standard.Article) Homem é preso em Belém suspeito de cometer estupro de vulnerável]]

A juíza Vanessa Barbosa Figueiredo de Azevedo, que responde pela 1ª Vara de Crimes Contra a Criança e Adolescente, decretou a prisão de Roberto no dia 29 de setembro de 2015. Como ainda não havia sido preso, o homem, portanto, era considerado foragido da justiça.

Homem é preso por abusar sexualmente de criança de 5 anos no Marajó
Prisão foi realizada no último domingo, 7 de agosto

Mulher é presa por participação em atos de violação sexual contra a filha em Castanhal
A acusada é investigada pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de pornografia infantil

Roberto Nazareno foi preso e encaminhado para uma unidade prisional da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), onde permanecerá à disposição da Justiça. A pena de reclusão é de 10 anos e 6 meses

A reportagem de O Liberal entrou em contato com o Castanheira Shopping para obter um posicionamento e aguarda retorno.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA