Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Família acha filhote de gato-do-mato em Magalhães Barata e animal ganha nome de Rony; vídeo

Batalhão da Polícia Ambiental prestou homenagem ao conterrâneo, atacante do time do Palmeiras

O Liberal

Uma família de pequenos comerciantes, do município de Magalhães Barata, no nordeste do estado, trafegava por uma estrada local quando se deparou com um filhote de gato-do-mato-pequeno ou gato-maracajá-mirim, entre outros nomes dados ao mamífero da família dos felídeos (felidae).

O achado ocorreu nesta terça-feira (19), mas o episódio só foi divulgado nesta quarta-feira (20), pelo Batalhão da Polícia Ambiental (BPA), que buscou o animal na residência da família e o trouxe para a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), em Belém.

De acordo com o Tenente PM Klauber, do BPA, a família de Magalhães Barata, que estava com o filhote, contou que trafegava pela estrada que liga a cidade a Marapanim, município também no nordeste estadual, quando o carro da frente atropelou os animais e não parou para socorrê-los.

"O comerciante nos disse que ele vinha atrás, desceu pra ver o que aconteceu e viu um gato em óbito, a mãe. Perto dele, estava o filhote. Ele o levou para casa em Magalhães Barata, fez contato com a Semas do município, que acionou o BPA", informou o Tenente PM Klauber.

O comandante PM Moura, do BPA enviou uma guarnição à casa da família e resgatou o animal. Na missão, estavam justamente o Tenente Klauber e o Sargento PM Silva Júnior. "O filhote foi entregue à Semas, em Belém, responsável pela avaliação veterinária e outras providências para o animal", afirmou o tenente.

Homenagem ao Rony do Palmeiras

A notícia do achado do gato-maracajá logo circulou pelas redes sociais de Magalhães Barata e não demorou que para que as pessoas começassem a chamar o filhote de Rony, em homenagem ao conterrâneo, jogador de futebol, Ronyelson da Silva Barbosa, mais conhecido apenas como Rony, atual atacante no Palmeiras.

Aos 27 anos, Rony ficou lisonjeado com a homenagem e até gravou um vídeo postado nas redes sociais, agradecendo ao pessoal de Magalhães Barata. "Tô passando para parabenizar à Polícia Ambiental do Pará pelo resgate que fizeram. Este gato lindo e maravilhoso que, eu fiquei sabendo, colocaram o nome dele de Rony. Quero parabenizar por salvarem a vida deste animal, valeu. Grande abraço, Deus abençoe todos aí", diz o jogador no vídeo publicado na internet.

Mais sobre o gato-do-mato-pequeno

Os nomes do bichano variam como gato-macambira, pintadinho, maracajá-mirim. Ele tem ocorrência na América Central e América do Sul, incluindo a região amazônica. Ele se parece com a jaguatirica e com o gato-maracajá. É tido como vulnerável na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), e a população está ameaçada pelo desmatamento e conversão de habitat em terras agrícolas.

O animal é um dos menores felinos selvagens da América do Sul, ele cresce até 38 a 59 centímetros (15 a 23 polegadas) de comprimento, sem contar a cauda. Embora seja um pouco mais longo do que o gato doméstico médio, é geralmente mais leve, pesando 1,5 a 3 quilos. A dieta dele é composta principalmente por mamíferos pequenos, incluindo cutias e pacas, mas também come aves e répteis, ovos e até gramíneas. Ele costuma espreitar a presa à distância e, uma vez dentro do alcance, ataca para capturar e matar.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA