Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Somente a Verdade: novo episódio traz história dos Emasculados de Altamira; vídeo

Entre os anos de 1989 e 1993, catorze crianças, todos meninos, foram sequestrados, mutilados, mortos, assediados ou simplesmente desapareceram

Dilson Pimentel

O novo episódio da série original do LibPlay Somente a Verdade se chamará 'Emasculados: Seita, mistério e morte em Altamira'. E terá dois capítulos, divididos em parte um e parte dois. As equipes em Belém e Altamira estão trabalhando diariamente na produção dos episódios, que tem a sua primeira parte prevista para estreia no dia 7 de abril (quinta-feira), às 20h, na plataforma LibPlay, de O Liberal. A segunda parte tem veiculação prevista para maio.

Emasculação é o ato de extirpação da genitália externa masculina: pênis e escroto com seu conteúdo (testículos). O ser humano, ou o animal, perde a capacidade de cópula e de reprodução. Entre os anos de 1989 e 1993, catorze crianças, todos meninos, foram sequestrados, mutilados, mortos, assediados ou simplesmente desapareceram em Altamira, no sudoeste paraense.

O episódio vai contar tudo sobre o caso, desde a descoberta dos primeiros corpos até o julgamento e condenação da maioria dos acusados, passando pelos rituais de magia negra que teriam motivado as mutilações, a prisão de um serial killer no Maranhão e a absolvição da principal acusada: a mentora da seita “Lineamento Universal Superior” (LUS), Valentina de Andrade. Ela foi absolvida em dezembro de 2003. Ao todo, seis crianças foram mortas, em Altamira, e cinco continuam desaparecidas até hoje. Outros três meninos sobreviveram aos ataques, apesar de também terem sido emasculados (castrados).

Durante as investigações, surge um matador em série que esteve no Pará

Há, no curso da investigação, o surgimento de um matador em série. Meses após os julgamentos, uma nova onda de sequestros e mortes de crianças foi registrada próximas a São Luís, no Maranhão. Trinta crianças foram mortas nas mesmas condições do Pará. E, em 2003, Francisco das Chagas foi preso por esses crimes e ainda assumiu a autoria das emasculações em Altamira.

Segundo as autoridades, Francisco das Chagas realmente esteve algumas vezes no município paraense e essas datas coincidem com os assassinatos dos meninos. Familiares das vítimas, jornalistas que cobriram o caso, como o repórter da Rede Globo Jonas Campos, autoridades direta ou indiretamente envolvidos no caso, teólogos, médicos e, claro, autoridades da Polícia e do Judiciário também estarão entre os entrevistados. Além deles, uma das vítimas, sobrevivente do processo de emasculação. 

Em virtude do tamanho da história, com vários desdobramentos, o caso de Altamira terá duas partes. O programa vai relembrar esse caso tão emblemático, que teve repercussão inclusive internacional.

O Somente a Verdade tem a direção geral de Daniel Nardin, a direção executiva de Pascoal Gemaque, a produção de Vinícius Macêdo, com apoio da repórter Cristiane Prado (Altamira) e os trabalhos técnicos da Amazon Filmes, de Cassim Jordy. Foram entrevistados o delegado Waldir Freire Cardoso, que esteve à frente das investigações e, atualmente, é diretor da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), da Polícia Civil; Jonas Campos, ex-repórter da TV Liberal e Cristiane Prado, correspondente da TV Liberal em Altamira; familiares das vítimas e pessoas ligadas a movimentos sociais em Altamira; Mário Tito, teólogo, professor da Universidade da Amazônia (Unama); o urologista Ricardo Tuma; e Cláudio Dalledone, advogado de Valentina Andrade.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA