Em Canudos, homem espanca cachorro a pauladas após animal urinar no carro dele

Horas após repercussão do vídeo, agressor se entregou à polícia e disse que estava defendendo o filho

Redação Integrada

Alan Gonzaga, suspeito de agredir um cachorro e deixá-lo em estado grave, foi preso na tarde desta terça-feira (30). A agressão foi registrada em vídeo, o que revoltou os moradores do bairro e fez com que Alan deixasse sua residência e fugisse. 

O caso repercutiu durante a manhã, quando as imagens do flagrante começaram a circular nas redes sociais, mostrando um homem espancando um cachorro a pauladas após animal ter urinado em um dos pneus do seu carro.

Nas imagens, o cão é agredido repetidas vezes com um pedaço de madeira, mas já no primeiro golpe, que pode ter acertado a coluna, ficou totalmente imóvel no chão.

As imagens são fortes.

LEIA MAIS
- Cãozinho espancado em Canudos volta pra casa após dez dias de internação
Ibama multa em R$ 3 mil homem que espancou cachorro a pauladas em Canudos
Idoso de 67 anos é autuado por abusar sexualmente de cachorra


PRISÃO

Segundo o delegado Waldir Freire, titular da Delegacia de Meio Ambiente (Dema) da Polícia Civil, Alan Gonzaga se entregou voluntariamente. Ele foi apanhado na Avenida Independência pela equipe da Dema e conduzido à delegacia.

Às autoridades, Alan disse que agrediu o cachorro porque iria atacar o seu filho, que aparece na gravação brincando na rua.

A representante da Comissão de Direitos dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Pará (OAB/PA), Vanessa Raiol, disse que nada nas imagens evidenciam isso, e que, mesmo que o cão tivesse tentado atacar a criança, sua atitude não justifica as agressões.

Alan Gonzaga se entregou à polícia e foi conduzido à Delegacia de Meio Ambiente (Cláudio Pinheiro / O Liberal)

No vídeo, o animal é agredido diante de uma criança que brinca na rua, aparentemente o filho do agressor.

A brutalidade da cena impressiona. Os vizinhos que registraram as agressões socorreram o animal e divulgaram as imagens para responsabilizar o homem que espanca o cachorro.

Até a publicação desta matéria não havia informação oficial sobre estado de saúde do cachorro, contudo, segundo entidades de proteção e resgate de animais, o animal está grave e corre risco de morte.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA