Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Dupla de moto rouba celulares e joias na porta de prédio comercial no bairro do Marco, em Belém

Após a ação criminosa, os suspeitos fugiram e não foram presos

O Liberal

Dois criminosos armados que estavam em uma moto assaltaram na manhã desta terça-feira (23) um grupo de pessoas na porta de um prédio comercial, na avenida Romulo Maiorana, esquina com a travessa Humaitá, bairro do Marco, em Belém. Após a ação criminosa, os suspeitos fugiram e não foram presos. Um porteiro do local, que não quis se identificar à reportagem de O Liberal, garantiu que o assalto ocorreu do lado de fora do imóvel, onde possivelmente as vítimas estariam de saída ou chegando ao prédio.

Ainda de acordo com o porteiro, os criminosos conseguiram roubar joias, celulares, dentre outros pertences pessoais das vítimas. Ninguém ficou ferido. O porteiro não soube informar se as vítimas ou a própria administração do prédio chegaram a registrar Boletim de Ocorrência (BO). A reportagem tentou contato, por telefone, diretamente com o gerente do condomínio, que disse que não teve conhecimento do fato, pois nesta terça-feira estava de folga.

Imagens de câmeras de segurança do prédio comercial mostram os criminosos fugindo do local. Conforme os registros, a dupla estava em uma motocicleta cinza. Um dos suspeitos, que estava na garupa do veículo, vestia uma camisa e bermuda pretas. Ele usava ainda máscara de proteção contra a covid-19. Já o piloto da moto usada na ação criminosa, estava com uma camisa branca, calça escura e capacete. A placa da moto possuía um papel que cobria parte da identificação do veículo.

Trabalhadores autônomos que atuam naquele perímetro contaram que viram a movimentação após o assalto. Segundo eles, muitas viaturas da PM estiveram no local para apurar o que teria ocorrido. Também segundo esses trabalhadores, o assalto ocorreu horas após o baleamento do dono de um quiosque localizado na avenida Romulo Maiorana com a travessa Vileta, no mesmo bairro. Eles não acreditam que os criminosos sejam os mesmos.

A Polícia Civil e a Polícia Militar foram procuradas para se manifestar e esclarecer sobre o ocorrido, mas ainda não responderam.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA