Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo de jovem de 20 anos é encontrado em balneário de Parauapebas

Lucas Andrade de Almeida estava desaparecido desde domingo (11), depois de ter ido tomar um banho num balneário com a namorada

O Liberal

O corpo de Lucas Andrade de Almeida, 20 anos, foi encontrado na manhã de segunda-feira (12) no balneário do “Baixinho”, em Parauapebas, no sudeste do Pará. A vítima foi dada como desaparecida na tarde de domingo (11) no mesmo local onde foi localizado, que fica na região do Complexo VS10, no Parque das Nações II, com entrada pela Avenida Brasil. As informações são do Correio de Carajás. 

VEJA MAIS 

Adolescente do Mato Grosso morre afogado em praia do Pará
Pedro Samuel Peniche dos Santos, de 14 anos, era natural da cidade de Lucas Rio Verde

Mulher morre afogada enquanto fazia transmissão ao vivo na internet
Corpo da jovem foi encontrado na piscina por outro hóspede

Segundo familiares do jovem, Lucas teria ido tomar banho junto com a namorada no domingo (11). Ele deu um mergulho, mas não retornou à margem do rio. As buscas começaram no mesmo dia que a vítima desapareceu, mas precisaram ser interrompidas com a chegada da noite. 

Depois de horas de buscas já na manhã de segunda-feira (12), Lucas foi encontrado morto. Uma equipe da Polícia Científica do Pará (PCP) foi até o local para realizar a remoção. 

A redação integrada de O Liberal solicitou mais detalhes sobre o caso à Polícia Civil (PC) e aguarda retorno. 

Homem morre afogado após salvar o filho e a namorada em Marabá
O caso foi registrado no fim da tarde desta terça-feira (2), na praia do Geladinho

Jovem de 19 anos é o terceiro a morrer afogado em lago de Parauapebas no período de três meses
Caso foi registrado na noite dessa segunda-feira (29); outros dois perderam a vida após se afogar no local em junho e agosto

Frequência de peixe nas águas do rio

No local, existe a presença do peixe-elétrico poraquê, que pode chegar a dois metros de comprimento. O animal, que pode apresentar riscos aos banhistas, é capaz de matar um cavalo com um choque de mais de 500 volts. 

Peixe-elétrico: choque pode atingir até 860 volts, acender lâmpadas e matar cavalo; entenda
A descarga do animal pode ser fatal para o ser humano; saiba mais

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA