Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suspeito de tentar matar marítimo em porto de Barcarena continua foragido

Acusado estaria embriagado no momento em que desferiu uma facada no abdômen de um tripulante identificado como Assis Filho

O Liberal

Um homem identificado como Josiel Miranda dos Santos, de 34 anos, é acusado de tentar matar o marítimo Assis Filho, na noite da última sexta-feira (29), dentro de um barco da empresa Transarapari. A embarcação havia saído de Belém com destino ao Porto do Arapari, em Barcarena, mas o crime só ocorreu ao final da viagem, quando ela já estava atracada no porto. As informações são do portal Informa Barcarena.

A vítima tinha passado parte do trajeto conversando com o comandante do barco, uma vez que exerce a mesma função em outra embarcação, e o bate-papo entre os dois teria incomodado o acusado, que trabalhava fazendo "bicos" à bordo. Josiel, que estava aparentemente embriagado, passou então a proferir ofensas a Assis e, já no porto do Arapari, golpeou a vítima à altura do abdômen usando uma faca. Logo após o ataque, ele fugiu do local. 

Assis foi socorrido por duas estudantes que estavam na embarcação e levado de ônibus para o hospital Wandick Gutiérrez, em Barcarena. Já no sábado (30), ele foi transferido para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, onde passou por cirurgia, e se recupera bem em casa.

A polícia pede a quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro do acusado que colabore através do Disque-Denúncia (181), sob a garatia de total sigilo de sua identidade. A reportagem de O Liberal entrou em contato com a empresa Transarapari, mas até a publicação desta matéria não obteve nenhum posicionamento sobre o caso.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA