Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Assessor da cantora Taty Pink é enterrado em Cametá

Os ritos fúnebres de Wagner Freitas aconteceram na manhã desta terça-feira (16) em Cametá, onde morou por muito tempo

O Liberal

O enterro do assessor da cantora Taty Pink, Wagner Freitas, aconteceu na manhã dessa terça-feira (11), em Cametá, município no nordeste paraense, onde ele morou por muito tempo. Wagner foi assassinado a tiros no último domingo (14), após o término do show da cantora sertaneja Taty Pink, na vila Meruú, em Igarapé-Miri. Os ritos fúnebres aconteceram por volta de 11h na casa de um morador de Cametá.

Taty Pink contou que vai ter bastante saudade de Wagner e que quer justiça pela morte do amigo. “Ele vai fazer muita falta para mim. Era o meu braço direito. Tinha uma total confiança nele em tudo da banda. Ele cuidava muito bem de mim, me protegia muito. Não era só um funcionário, era um amigo e protetor. Ele era muito brincalhão e alegre. Nunca vi ele triste. Em agosto fez um ano que ele trabalha comigo. Tinha um coração muito bom e nos divertíamos muito. Ele amava trabalhar comigo e viajar com a banda. O que eu mais quero é justiça. Ele não fez nada e nunca tinha ido naquele lugar. Foi a primeira vez que fomos tocar lá”, disse a artista durante conversa com redação integrada de O Liberal.

Em nota, a Polícia Civil (PC) respondeu que o caso segue em investigação por meio da delegacia do município de Igarapé-Miri. "Diligências estão sendo realizadas para ouvir testemunhas e coletar informações que possibilitem a localização dos responsáveis pelo crime. Informações que auxiliem nas investigações podem ser repassadas via Disque-Denúncia, número 181. O sigilo é garantido", diz o posicionamento da PC.

Relembre o caso

Segundo testemunhas, Cavalo estava sentado em frente à casa de show quando homens, que ainda não foram identificados, passaram atirando em direção à vítima. Um tiro acertou a cabeça de Wagner que não teve chances de defesa. 

“A gente foi fazer um show no Rio Meruú, interior de Igarapé-Miri. Terminamos a apresentação era 2h30 da madrugada e fomos descansar para amanhecer e pegarmos uma rabeta para voltarmos. O Cavalo (Wagner), era meu produtor e fazia tudo na banda. Ele ficou na sede junto com o tecladista, os seguranças da festa e o rapaz do violão. Todos conversando e esperando o horário para pegar a embarcação. O Wagner sentou na frente da sede de costa pro rio. Foi quando os bandidos chegaram atirando. Acertaram num segurança, em outro rapaz. Um tiro pegou de raspão na minha produtora e o rosto dela está machucado. Teve troca de tiros dos seguranças com os criminosos. Os bandidos foram embora e não levaram nada”, explicou Taty pink sobre a ação dos criminosos.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA