logo jornal amazonia

Acusado de participar da chacina de 2014 é absolvido em julgamento na manhã desta segunda, 17

José Augusto da Silva Costa, o Zé da Moto, foi absolvido da acusação de executar Nadson Roberto da Costa, morto no bairro do Jurunas, em novembro de 2014. Jurados acataram manifestação da defesa

O Liberal
fonte

Oito anos após um homicídio que vitimou Nadson Roberto da Costa, morador do bairro do Jurunas, em Belém, o suspeito José Augusto da Silva Costa, conhecido como Zé da Moto, voltou a julgamento nesta segunda-feira, 17, na 3ª Vara de Justiça da capital e foi absolvido, após os jurados acatarem a manifestação da defesa.

José Augusto da Silva Costa foi acusado de executar o crime que aconteceu no dia 5 de novembro de 2014, na Rua dos Pariquis, próximo à avenida Bernardo Sayão. As investigações consideram que o crime faz parte da chacina, ocorrida na capital, como uma represália pela morte do PM conhecido como 'Cabo Pet'.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), em um primeiro júri, José Augusto da Silva Costa foi condenado a 15 anos de reclusão. Entretanto, seus advogados conseguiram anular a condenação, por isso, o caso retornou ao júri nesta segunda-feira, 17.

Com a defesa feita por um conjunto de advogados criminalistas, o réu foi absolvido da acusação após quase três horas de julgamento.

VEJA MAIS

image Dupla em moto executa jovem de 18 anos a tiros em quadra de esportes de Itaituba
As motivações do crime são desconhecidas

image Caminhoneiro dorme ao volante e bate em casa na avenida Perimetral nesta segunda (17)
Não houve feridos e o caminhoneiro se comprometeu a negociar os reparos no imóvel

image Carreta mata jovem de 23 anos atropelada na PA-252, em Moju
O caso teria acontecido por volta de 4h30 de sábado (15)

O homicídio

Na denúncia contra José Augusto da Silva Costa, ele foi é apontado como um dos três sujeitos que circulavam, em motocicletas, pelo bairro do Jurunas no dia 5 de novembro de 2014, e perguntavam por alguém chamado 'Negreti'. Ao ser abordada pelos suspeitos na rua perguntando se atendia por este apelido, a vítima, identificada como Nadson Roberto da Costa, foi alvejada por disparos de arma de fogo.

De acordo com a investigação, a morte de Nadson Roberto da Costa faz parte dos eventos envolvidos na chacina, ocorrida em Belém no dia 5 de novembro de 2014, como uma represália pela morte do PM conhecido como 'Cabo Pet'.

A morte do Cabo Pet, como era chamado o policial militar Antônio Marcos da Silva Figueiredo, aconteceu no dia anterior à chacina, 4 de novembro de 2014, e foi o estopim da série de mortes que sucederam na capital.

O caso ficou conhecido como “Chacina de Belém”, na qual dez pessoas foram executadas em um intervalo de 4 horas, sendo cinco mortes no bairro da Terra Firme, duas no bairro do Jurunas, uma no Tapanã, uma morte no Sideral e outra no bairro do Marco.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA