logo jornal amazonia

Acusado de matar modelo já está sob custódia do sistema penal, informou Seap

A secretaria não informou, porém, em qual unidade prisional Lúcio Magno se encontra

O Liberal

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou, na tarde desta quinta-feira (2), que Lúcio Magno do Espírito Santo Quadros, de 21 anos, já está sob custódia do sistema penal.

O rapaz é acusado de matar a modelo Geordana Natally Farias, de 20 anos, a facadas na manhã desta quarta-feira (1º), em Ananindeua. A Seap não informou, porém, em qual unidade prisional o acusado se encontra.

Lúcio foi preso horas depois de cometer o crime que ele confessou e levado para a Seccional Urbana da Cidade Nova, onde ficou à disposição da Justiça.

Segundo amigos e familiares de Geordana, o rapaz já tinha histórico de agressões praticadas contra a modelo. Ela chegou a registrar um boletim de ocorrência, mas Lúcio era “invasivo demais, daqueles de terminar, mas continuar tentando contato”, como disse uma amiga de Geordana, que afirmou ainda que a modelo não queria mais ter nenhum tipo de relacionamento com o acusado.

Apoio

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), por meio da Diretoria de Cidadania e Direitos Humanos, à qual estão vinculadas às Coordenadorias de Integração de Políticas para as Mulheres e a Gerência de Proteção da Igualdade Racial, emitiu nota se solidarizando com a família de Geordana, que está recebendo todo apoio necessário do Estado.

“A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos vai prestar todo o apoio à família da Geordana, para que possam ter seus direitos garantidos e a defesa dos seus direitos preservados”, diz o comunicado.

A Sejudh informou ainda que “repudia, de forma veemente, os crimes de feminicídio, que define como fruto de um conjunto de fatores, desde a misoginia estrutural até os processos socioeconômicos excludentes e discriminatórios, que acabam construindo contextos de violência e violação de direitos das mulheres”.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA