Santarém: interdição da BR-163 já ultrapassa 24 horas

A interdição começou às 22h do domingo (30)

Ândria Almeida

O bloqueio na Rodoviária Federal  no trecho do Km 986 na BR -163, Santarém, ultrapassa 24 horas, o ato é um protesto ao resultado das eleições à presidência da república. A interdição começou às 22h do domingo (30), e tem adesão de um grupo da extrema direita; atos parecidos com esse ocorrem em outros municípios do estado e do Brasil. 

O chef de comunicação da PRF, em Santarém, Sidmar Oliviera, informou ao O Liberal, às 9h51 de hoje, que o bloqueio continua na BR -163, em Santarém.

O Supremo Tribunal Federal já determinou que a PRF e a polícia militar atuem no sentindo de encerrar qualquer ação que fira o direto de ir e vir das pessoas. 

Segundo informações da PRF, que acompanha o bloqueio desde o início, os manifestantes voltaram atrás do acordo estabelecido ontem em que faziam liberação do tráfego a cada 6 horas. A primeira liberação ocorreu de 12h às 13h de ontem. 

“A gente está tentando manter a calma e a tranquilidade no sentido de negociar para que as pessoas saiam o mais rápido da rodovia e o direto de ir vir dos demais seja respeitado”, informou o chefe da comunicação da PRF em Santarém. 

O trecho foi interditado com pneus queimados a fim de impedir o tráfego de veículos; nos municípios de Novo Progresso, Caracóis e Moraes de Almeida tem há registro de protestos com interdições.

A reportagem de O Liberal tenta mais informações com a PRF sobre o bloqueio.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ