Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Câmera acoplada em capacete registra bombeiro em desespero fugindo de queimada em Novo Progresso

Bombeiro arrisca a vida no combate à incêndio para salvar gado

Ândria Almeida

O bombeiro militar Júlio Galúcio do 4º Grupamento de Bombeiros Militar de Santarém (GBM) ficou preso em uma estrada que separava dois focos de incêndio de grandes proporções no município de Novo Progresso. O incêndio teve início no sábado (27) e foi controlado na segunda-feira (29); o fogo afetou uma área de 3.650 mil hectares.  

O foco de incêndio, que ele e a equipe estavam combatendo, abrange áreas de mata entre os municípios de Castelo dos Sonhos e Novo Progresso. O fogo destruiu inúmeras fazendas e áreas de vegetação. No entanto, esse é apenas um dos diversos focos que a equipe de bombeiros de Santarém está ajudando a combater nos últimos 30 dias.

A câmera acoplada no capacete do bombeiro registrou os momentos de desespero do militar, que ficou encurralado numa estrada entre dois focos de incêndio na segunda-feira (29). Em um dos trechos é possível ouvir ele dizendo. “Não acredito que ele (fogo) passou para cá. Não! Droga! Senhor, proteja-me”.

Bombeiro arrisca a vida no combate à incêndio em Novo Progresso (Divulgação)

De acordo com o bombeiro Júlio Galúcio, o incêndio durou mais de 48 horas e todas as tentativas de controlar o fogo não funcionaram. “No primeiro dia conseguimos conter uma calda de incêndio, já no dia seguinte o fogo estava maior, vinha por meio de uma serra enorme, consumindo muita coisa e descendo para o pasto. Não tinha muito o que fazer. Tentamos proteger a estrada entre as duas serras, mas não deu”, relatou.

Diante da gravidade do incêndio a equipe se deslocou para o outro lado do foco, mas o fogo já estava muito alto. “Tentamos várias manobras, mas não deu para conter o incêndio. A única alternativa era tentar salvar o gado levando para uma área segura”, relatou.

Bombeiro ficou encurralado

O bombeiro Júlio Galúcio relata que ficou para trás na tentativa de salvar os animais e o fogo se intensificou muito. “Fugi pela estrada por baixo da cerca e deitei do outro lado da estrada, mas o fogo veio com muita força para onde eu estava, minha câmera travou, mas o fogo chegou onde eu estava”, contou.

Bombeiro se arrisca para salvar gados que estavam em pasto que foi incendiado (Divulgação)

Na tentativa de salvar a própria vida, o bombeiro voltou para a estrada que ficava entre os dois focos de incêndio e deitou no chão. “Cavei um buraco na areia, deitei no chão e coloquei meu rosto bem próximo da terra e respirei. Nessa hora eu só pensava no rosto do meu filho, no sorriso dele e ficava pedindo para Deus para eu não desmaiar porque eu estava inalando muito dióxido de carbono, muita fumaça. Não podia correr porque estava no meio do fogo”, enfatizou. 

Bombeiro arrisca a vida no combate à incêndio (Divulgação)

A estrada protegeu o bombeiro de ser atingido pelo fogo, o que salvou a sua vida. Hoje, ele comemora o milagre e a aplicação das boas técnicas para se resguardar com vida.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ