Urso polar mata mulher e criança no Alasca e é abatido por morador

Animal foi morto após invadir uma comunidade e atacar fatalmente duas pessoas

Emilly Melo
fonte

Um urso polar invadiu uma comunidade e matou uma mulher e um menino no Alasca (EUA). Após o ataque, o animal foi morto por um morador da cidade de Gales, na costa oeste do Alasca, que atirou contra o urso. Com informações do Extra.

VEJA MAIS

image Filme Cocaine Bear: conheça a história real do urso que usou 40 kg de cocaína e morreu de overdose
O filme é baseado na história real de um urso que consumiu, acidentalmente, 40 kg de cocaína no ano de 1985

image Durante escalada, alpinista entra em confronto com um urso; vídeo
Na legenda da postagem, o alpinista disse acreditar que o urso o atacou para proteger o filhote. O vídeo viralizou no mundo. Só no youtube, foram quase dois milhões de visualizações

image Urso toca campainha de casa e assusta moradora; veja
Segundo a moradora, essa não é a primeira vez que um urso aparece na varanda da residência, mas é a primeira vez que toca a campainha

"Relatos iniciais indicam que um urso polar entrou na comunidade e perseguiu vários moradores (...) O urso atacou fatalmente uma mulher e um menino; um morador local atirou e matou quando [o urso] atacou os dois", disse a polícia por meio de um comunicado.

O comunicado também informou que tropas estaduais e autoridades do Departamento de Pesca e Caça chegariam no local assim que as condições climáticas permitissem. As identidades das vítimas não foram reveladas

Ataques de ursos polares são raros

Ataques de ursos polares são extremamente raros. O caso mais recente noticiado pela mídia local havia sido em 1990. Segundo a ONG canadense Polar Bears International, esses animais mataram apenas 20 pessoas em todo o mundo entre 1870 e 2014, embora a frequência de ataques esteja aumentando.

Gales é uma cidade de cerca de 150 habitantes às margens do Estreito de Bering, que separa os Estados Unidos da Rússia, e faz parte de um grupo de comunidades indígenas que tradicionalmente caçam ursos polares para viver.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Elisa Vaz, repórter do Núcleo de Política)

Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO