CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Fenômeno raro vai fazer a lua 'parar' nesse fim de semana; conheça!

A lua passará mais tempo no céu do que o habitual. Entenda o fenômeno!

O Liberal

Um fenômeno que não acontece há quase 20 anos poderá ser observado no céu nesta semana. É o lunistício ou ‘grande paralisação lunar’, evento que faz a lua passar mais tempo no céu. Isso acontece quando as inclinações da lua e da Terra estão no ponto máximo, que será na próxima sexta-feira (21), coincidindo com o solstício de inverno no hemisfério sul e de verão no norte. 

VEJA MAIS

image Nasa desenvolve telescópio para buscar vida fora do sistema solar
A missão Observatório de Mundos Habitáveis (Habitable Worlds Observatory - HWO) foca em encontrar planetas semelhantes à Terra ao redor de estrelas como o Sol

image Astronauta que tirou foto da Terra vista da Lua morre em acidente
William Anders foi um dos três primeiros humanos a orbitar a Lua durante a missão Apollo 8 da NASA

Na ocasião, a lua irá nascer no ponto mais a nordeste do horizonte e irá se pôr na posição mais a noroeste. Dessa forma, ela passará mais tempo no céu do que o habitual. No entanto, não será possível acompanhar o lunistício do Brasil, pois somente habitantes do Hemisfério Norte poderão visualizá-lo.

Stonehenge 

Um dos locais mais propícios é o monumento pré-histórico Stonehenge, no interior da Inglaterra. No local já são aguardados milhares de turistas na sexta-feira. Cientistas investigam, inclusive, se há alguma ligação entre a “grande paralisação lunar” e a própria construção de Stonehenge. 

Há hipóteses de que quem construiu a estrutura teria conhecimento sobre o fenômeno no céu e por isso teria feito o local de forma que a linha se alinhe às pedras quando o fenômeno ocorre.

A observação do lunistício depende da latitude em que a pessoa está e por isso pode não ser visível em diferentes pontos. Também por conta dessa condição, a paralisação lunar pode ser observada em outros dias, se estendendo até o próximo ano. 

Como o lunistício ocorre? 

A inclinação da trajetória da lua tem uma inclinação diferente dos demais planetas e asteroides do sistema solar, que orbitam em um plano que se chama eclíptica. Como a Terra gira em torno de um eixo inclinado a 23,4 graus em relação a esse plano, a lua tem inclinação de somente 5,1 graus em relação à ele. 

Por conta disso, os pontos de nascer e por da lua variam em 57 graus durante o ano. Na inclinação máxima dos dois corpos celestes, Lua e Terra, ocorre a grande paralisação lunar, com o nascer e por da lua atingindo seus pontos mais extremos no horizonte. 

 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO