Golpe faz caixas eletrônicos cuspirem dinheiro; entenda

O golpe já foi responsável por desativar 143 máquinas

Redação Integrada com informações de Techtudo

Um novo golpe permite sacar dinheiro de caixas eletrônicos por meio de um notebook. O chamado “Black Box” não utiliza um programa específico e já foi  responsável por desativar 143 máquinas na Europa. Já houve registro do golpe na América Latina, e o mesmo pode surgir em breve no Brasil.

De acordo com a fabricante de caixas eletrônicos Diebold Nixdorf, hackers podem ter encontrado uma máquina que trazia um software desprotegido no HD e fizeram uma cópia. Com o software, o processo de invasão e envio de comandos ao caixa se tornaria mais simples e difícil de ser impedido.

No entanto, os bandidos precisam de um tempo sozinhos com um caixa eletrônico para realizar o ataque. Primeiro é necessário abrir a estrutura externa ou fazer um buraco para acessar as entradas internas. Depois, é preciso desconectar parte da fiação e conectá-la ao equipamento dos golpistas, que pode ser um notebook. Assim, é possível executar comandos para "cuspir" as cédulas da máquina.

Quem pratica o crime não precisa, necessariamente, ser um hacker. Em um exemplo comum do golpe, a máquina cospe até 40 cédulas a cada 23 segundos. Esse tipo de golpe não tem indícios de afetar consumidores.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!