Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Filhos colocam cadáver da mãe entre eles em moto para levá-lo ao crematório

Mulher morreu na Índia esperando para ser internada; sem ambulância, irmãos tomaram medida dura

Com informações do portal Daily Mail

À primeira vista, a filmagem de uma motocicleta sendo dirigida pelas ruas da Índia em meio à crise de covid no país parece não mostrar nada incomum, apenas três pessoas dividindo o veículo.

Mas, na verdade, a imagem comovente mostra dois filhos segurando o cadáver da mãe entre eles enquanto a levam para o crematório, devido à falta de ambulâncias. Ela é mais uma vítima da covid.

Os irmãos, Narendra Chenchu ​​e Ramesh, estavam tentando fazer com que a mãe - na casa dos 50 anos e chamada localmente como G Chenchu ​​- fosse internada no hospital no estado de Andhra Pradesh na terça-feira, 27, quando ela desmaiou e morreu.

Sem ninguém disponível para levá-la para a cremação, os dois foram forçados a colocá-la na motocicleta e conduzi-la por 14 quilômetros para que ela pudesse receber a última homenagem.

Bicicleta

Enquanto isso, em Ambarpur, uma cidade no norte do estado de Uttar Pradesh, surgiram mais imagens de um homem de 70 anos forçado a jogar o corpo da esposa em uma bicicleta e empurrá-la para uma aldeia vizinha para cremação depois que os moradores se recusaram a realizar a cerimônia, temendo pegar o vírus.

Homem tenta transportar corpo da esposa em bicicleta (Reprodução / Twitter)

As imagens mostram o homem de aparência frágil tentando empurrar a bicicleta e, em seguida, agachado na beira da estrada depois que a bicicleta e o corpo caíram em uma pilha. A polícia foi chamada e conseguiu chamar uma ambulância para o homem, para que o corpo de da esposa pudesse ser cremado.

As imagens chocantes surgiram quando a Índia relatou mais um dia de números recordes - 379.257 casos e 3.645 mortes - com a crise do país não mostrando sinais de amenização.

Mas no estado de Uttar Pradesh, o ministro-chefe Yogi Adityanath foi acusado de tentar encobrir a terrível situação ameaçando prender e confiscar a propriedade de qualquer pessoa que relatasse falta de oxigênio e leitos hospitalares.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO