Contra cortes na saúde e educação, manifestantes põem fogo no Congresso na Guatemala

Atos na Cidade da Guatemala marcaram o sábado no país

Redação Integrada com informações de G1

Cerca de 7 mil pessoas se reuniram pela saída do presidente Alejandro Giammattei e contra os cortes nos gastos de saúde e educação da Guatemala no sábado (21). Durante a maior parte do tempo, os protestos seguiram pacificamente, mas houve confronto quando um grupo de manifestantes incendiou o Congresso do país.

Os manifestantes entraram no prédio do Congresso e invadiram escritórios. Por ser um sábado, todos estavam vazios. Alguns colocaram fogo nas salas. Não há informação sobre feridos.

O presidente Giammattei pediu o fim dos protestos violentos. "Reitero o direito de se manifestar conforme a lei. Mas não podemos permitir que se vandalize a propriedade pública ou privada", disse. "Quando se comprovar a participação nesses delitos, todo o peso da lei cairá [a essas pessoas]", completou.

Alguns dos manifestantes levou bandeiras do país e muitas pessoas estavam usando máscaras como medida para conter o novo coronavírus.

Com apoio da liderança da Igreja Católica na Guatemala, manifestantes protestam contra o orçamento aprovado pelo Congresso. De maioria governista, o Congresso estabeleceu cortes em áreas-chave como saúde, educação e acesso aos direitos humanos.

A oposição ao presidente alega que não teve acesso ao projeto. Para ativistas, a proposta gerará ainda mais desigualdade.

O vice-presidente da Guatemala, Guillermo Castillo, sugeriu na sexta-feira (20) que ele e Giammattei renunciassem ao cargo. O presidente nega.

O conservador Alejandro Giammattei foi eleito em agosto de 2019 com quase 60% dos votos no segundo turno.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO