Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cinemas da Rússia exibem 'Batman' e 'Red' em versões pirateadas, como faziam na era soviética

As exibições ilegais são uma das formas encontradas pelos cinemas russos para sobreviver depois que estúdios como Disney, Warner e Paramount saíram do país por causa da guerra

O Liberal

Alguns cinemas da Rússia estão exibindo abertamente obras pirateadas, desde que os maiores estúdios de Hollywood pararam de lançar filmes no País e a Netflix interrompeu a sua operação no território, por causa da guerra na Ucrânia. Há também salas mais cuidadosas que permitem que indivíduos aluguem seus espaços para exibir filmes, de graça ou pagando taxa. Entre os filmes exibidos de forma ilegal estão "Batman", "Não Olhe para Cima", ou "Red: Crescer É uma Fera". As informações são do Jornal The New York Times e foram divulgadas pela Folha de São Paulo,

VEJA MAIS

Capa da Times, Lula acusa Zelensky de querer a guerra na Ucrânia: 'Tão responsável quanto Putin' Em entrevista, ex-presidente do Brasil relembra sucesso econômico do Brasil no governo petista e avalia política internacional

Entenda o que pode ocorrer se a Rússia declarar guerra formal à Ucrânia na próxima segunda-feira Especialistas acreditam que o presidente russo, Vladimir Putin, usará o dia 9 de maio, data especial para o País, para anunciar novo momento da guerra na Ucrânia

'Talvez eles nunca tenham aprendido essas lições', afirma o presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky comentou a sugestão do ministro das Relações Exteriores da Rússia de que Hitler tinha origens judaicas

Esse tipo de exibição é remanescente da era soviética, quando o único modo de assistir à maior parte da produção cinematográfica ocidental era por meio de versões pirateadas. Cidadãos soviéticos se reuniam em escritórios vazios, salas de estar e centros culturais para assistir a cópias piratas de clássicos como "Rocky", "O Exterminador do Futuro" e "Nove e Meia Semanas de Amor", que tinham furado a Cortina de Ferro.

A diferença é que, naquela época, os filmes chegavam ao país em fitas VHS contrabandeadas, enquanto atualmente a internet tornou o método mais rápido e simples: Diversos sites oferecem cópias piratas de filmes que demoram minutos para serem baixadas.

As exibições ilegais são uma das formas encontradas pelos cinemas russos para sobreviver depois que estúdios como Disney, Warner e Paramount saíram do país. Isso porque os filmes produzidos pelos Estados Unidos respondiam por cerca de 70% do mercado cinematográfico russo antes da guerra, de acordo com informações da mídia estatal.

Apesar disso, a venda de ingressos caiu pela metade em março, se comparado ao mesmo período do ano passado, segundo a Associação de Proprietários de Cinema russa. Dada a escassez de espectadores e de filmes, a Associação de Proprietários de Cinema previu que ao menos metade dos cinemas da Rússia falirá nos próximos dois meses.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO