Espécie de caranguejos gigantes com 'patas de pelúcia' invadem o Reino Unido e geram alerta

Espécie de crustáceos está ameaçando a biodiversidade dos países invadidos

Hannah Franco

Um exército de caranguejos gigantes com "patas de pelúcia" vindo da China está invadindo o Reino Unido, causando preocupação entre ambientalistas. A espécie está entre as 100 piores invasoras do mundo e representa uma séria ameaça à biodiversidade local. Os caranguejos-luva devoram a fauna nativa e prejudicam os ecossistemas aquáticos ao consumir grandes quantidades de mexilhões e vegetação fluvial, o que pode levar a erosão e inundações.

Esses crustáceos chamam atenção principalmente por suas patas peludas e tamanho impressionante, podendo chegar ao tamanho de um prato de 25 cm.

VEJA MAIS

image Pesquisadores descobrem que salmão pré-histórico tinha dentes parecidos com os de javali; veja fotos
O peixe Oncorhynchus rastrosus seria o maior da espécie que viveu no noroeste do Oceano Pacífico

image Nova espécie de dinossauro é descoberta na Bahia e leva o nome de 'Tieta'
Cientistas batizaram novo dinossauro como Tietasaura derbyiana, em homenagem ao livro de Jorge Amado, e ao geólogo Orville A. Derby

Acredita-se que os caranguejos tenham chegado ao Reino Unido através de sedimentos em tanques de lastro de navios, ainda na fase de larvas. As fêmeas da espécie são extremamente férteis, podendo carregar entre 500 mil e um milhão de ovos por vez, o que contribui para a rápida proliferação dos crustáceos.

Em 2023, a primeira armadilha para capturar os caranguejos foi instalada em Pode Hole, Lincolnshire, na Inglaterra. No entanto, com mais de 800 avistamentos registrados em todo o país e a confirmação de sua presença em três estuários no País de Gales, as medidas parecem insuficientes para conter a invasão.

Os especialistas alertam para os riscos à saúde humana, pois os caranguejos-luva podem transmitir doenças como o verme do pulmão e a peste dos lagostins. A espécie passa cerca de 4 a 5 anos em água doce antes de migrar para os estuários para reprodução. Após a desova, os adultos morrem, mas seus descendentes retornam aos rios, perpetuando o ciclo de invasão.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO