Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Brasileiro acusado de tentar atirar contra vice-presidente da Argentina se recusa a depor

Trinta depoimentos já foram ouvidos, inclusive o de Cristina Kirchner

Camila Azevedo

Fernando André Sabag Montiel, brasileiro de 35 anos acusado de tentativa de homicídio contra a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, recusou-se a depor sobre a situação na noite desta sexta-feira (02). As informações são da imprensa do país.

O interrogatório foi na sede da Polícia Federal em Buenos Aires, capital argentina, e foi conduzido pela juíza María Eugenia Capuchetti e pelo promotor Carlos Rívolo. No momento, as autoridades fizeram a leitura dos fatos de quinta-feira (01) e Fernando reclamou de um golpe no olho que teria sofrido quando foi contido e retirado do local do ataque, logo após tentar disparar contra Cristina. 

VEJA MAIS

Multidão vai às ruas na Argentina em apoio a Cristina Kirchner e em repúdio a atentado
Parte dos manifestantes já estava defendendo a vice-presidente em sua luta na Justiça; outros protestam contra a violência política

Polícia argentina acha caixas com balas em apartamento de brasileiro que tentou matar Kirchner
O brasileiro se gabava de ser crítico ferrenho do atual governo argentino

Após ataque contra Kirchner, presidente da Argentina decreta feriado nacional nesta sexta; entenda
Fernando Sabag Montiel apontou uma pistola a poucos centímetros do rosto da vice-presidente, mas o tiro falhou

O agressor está detido desde a noite do acontecimento nas dependências da Polícia Federal, no bairro de Palermo. De acordo com a imprensa argentina, a Justiça investiga se o brasileiro agiu sozinho ou se já mais envolvidos no caso. Até o momento, Fernando é o único acusado no processo. 

A juíza Capuchetti e o promotor Rívolo já ouviram 30 depoimentos, incluindo o da ex-presidente, que os recebeu em seu apartamento, na Recoleta. Ela falou por 50 minutos.

Relembre o caso

Cristina Kirchner estava saudando a militância em frente a sua casa, no bairro da Recoleta, na noite da última quinta-feira (01), quando o brasileiro apontou a arma de fogo e tentou disparar contra a vice-presidente. A pistola teria falhado na hora do disparo.
 
Em vídeos que circulam pelas redes sociais, é possível ver o momento do ato. Após a tentativa, o homem foi preso.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO