CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Bombeiros combatem chamas na Califórnia sob intensa onda de calor

Autoridades alertam que o pior ainda está por vir. Amanhã deverá ser o dia mais quente do período

Agence France-Presse
fonte

Centenas de bombeiros lutavam para conter vários incêndios na Califórnia nesta sexta-feira (5), na medida em que uma perigosa onda de calor atinge boa parte dos Estados Unidos. Hoje foram registradas temperaturas de até 47 °C no estado, enquanto a última onda de calor na região se aproxima de seu pico.

No condado de Mariposa, próximo ao Parque Nacional Yosemite, o incêndio French devastou mais de 405 hectares de vegetação desde que começou na quinta-feira. As autoridades emitiram ordens de evacuação para quase todos os 1.100 moradores da comunidade no centro do estado.

VEJA MAIS

image Homem bebeu água na bota para sobreviver após ficar 10 dias desaparecido
Caminhada de alpinista de 34 anos deveria durar somente três horas, mas ele acabou se perdendo durante a trilha

image Três turistas estrangeiros são encontrados mortos na Grécia em uma semana
A maioria desses turistas fazia caminhada sob sol quente, no momento em que a Grécia é atingida por uma onda de calor e registra temperaturas superiores a 38 °C

image No México, macacos morrem com onda de calor, aves têm ar-condicionado e leões ganham picolés
Até 31 de maio, o Departamento de Meio Ambiente reconheceu que um total de 204 macacos bugios haviam morrido

Mas as condições climáticas deram trégua aos bombeiros, o que permitiu que as chamas fossem contidas em 15% e alguns moradores voltassem para suas casas.

Mais ao norte, a poucos quilômetros da capital Sacramento, os mais de dois mil bombeiros que combatem o incêndio Thompson conseguiram controlar parcialmente as chamas, que consumiram cerca de 1.533 hectares de vegetação e florestas em Oroville.

Embora as autoridades tenham cancelado as ordens de evacuação em algumas áreas desta cidade no condado de Butte, os avisos continuam válidos para grande parte da população. Mas as autoridades alertam que o pior ainda está por vir.

"As temperaturas vão aumentar alguns graus em comparação com os picos de ontem, e amanhã deve ser o dia mais quente da onda de calor que continuará impactando pelo menos até o início da próxima semana", alertou o Serviço Meteorológico Nacional (NWS, na sigla em inglês) nesta sexta-feira. "Espera-se que se igualem ou superem recordes de temperatura", acrescentou.

Nesse sentido, as autoridades pediram à comunidade que evite o uso de fogos de artifício, tradicionalmente usados para comemorar o feriado de 4 de julho, Dia da Independência dos Estados Unidos, que iluminaram o céu de cidades como Los Angeles na quinta-feira.

"Qualquer faísca de incêndio pode se espalhar rapidamente", acrescentou o escritório.

A Califórnia enfrenta um início precoce do que parece ser uma intensa temporada de incêndios florestais. Atualmente, mais de dez focos estão ativos no estado, queimando centenas de hectares.

O estado sofreu de uma seca dramática durante cerca de duas décadas, mas os dois últimos anos foram relativamente úmidos, com altos níveis de chuva que encheram reservatórios e permitiram o crescimento de florestas e pastagens. Este ano, no entanto, tem sido quente e seco, com a vegetação secando rapidamente e se tornando combustível para incêndios florestais.

Eventos climáticos extremos são cada vez mais comuns devido ao aquecimento global, segundo especialistas, em grande parte devido à queima indiscriminada de combustíveis fósseis.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO