CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Argentina repudia o que considera 'falsa denúncia' de golpe na Bolívia

Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, acusou no domingo o atual presidente boliviano, Luis Arce, de ter mentido

Agence France-Presse / AFP
fonte

O governo argentino repudiou o que considerou uma "falsa denúncia" de golpe de Estado na Bolívia, onde na última quarta-feira (26) tropas com tanques cercaram durante algumas horas o palácio do governo em La Paz. 

"O Gabinete do Presidente (Javier Milei) repudia a falsa denúncia de golpe de Estado feita pelo governo da Bolívia na quarta-feira, 26 de junho, e hoje confirmada como fraudulenta", afirmou um comunicado publicado na noite de domingo (30.06). 

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, acusou no domingo o atual presidente boliviano, Luis Arce, de ter mentido com um "autogolpe" após um ataque militar frustrado à sede do governo em La Paz. 

VEJA MAIS

image Morales acusa presidente da Bolívia de ter mentido ao mundo com 'autogolpe'
Dois líderes disputam a liderança dentro do partido governista

image Tentativa de golpe militar na Bolívia fracassa

image Bolívia faz 17 novas prisões ligadas a tentativa de golpe
Segundo ministro do Interior boliviano, Eduardo del Castillo, golpe de estado vinha sendo planejado havia três semanas

"Pensei que fosse um golpe, mas agora estou confuso: parece um autogolpe", disse Morales no domingo em seu programa regular de rádio. 

O governo argentino citou "relatórios de inteligência" para apoiar as declarações de Morales.

"O relato divulgado foi pouco credível e os argumentos não se enquadravam no contexto sociopolítico do país latino-americano", argumentou o comunicado da Presidência argentina. 

"A democracia boliviana está em perigo há algum tempo. Não por causa de um golpe militar, mas porque historicamente os governos socialistas levam a ditaduras", acrescenta o comunicado. 

image 'Ninguém pode nos tirar a democracia', diz Luis Arce após tentativa de golpe na Bolívia

image Tentativa de golpe na Bolívia: entenda a crise no país
Especialistas em Relações Internacionais explicaram o cenário que levou à tentativa fracassada de golpe na Bolívia, nesta quarta-feira (26.06)

image Presidente da Bolívia denuncia tentativa de golpe e muda cúpula militar
Uma nova cúpula militar também foi juramentada pelo chefe da nação

"A Argentina espera que prevaleça a democracia, atacada há anos no Estado Plurinacional da Bolívia, e insta as forças políticas desse país a garantir o Estado de Direito em seu território", concluiu. 

A Justiça boliviana investiga o levante armado quando tropas com tanques cercaram a sede do governo durante várias horas e depois recuaram, deixando 14 feridos e 21 militares presos, incluindo os três ex-comandantes das Forças Armadas.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO