Márcio Fernandes confia na boa fase do Remo para vencer no Re-Pa: 'Vamos dar nossa vida'

Técnico citou a providência divina e os ajustes que vêm fazendo no time como fatores que podem conduzir à vitória e a classificação

Caio Oliveira

O maestro azulino Márcio Fernandes demonstrou uma tranquilidade concentrada, mas sem perder o foco, na entrevista coletiva que concedeu hoje (24), um dia antes do clássico Re-Pa desse domingo. Quem ouvia a voz calma do técnico não imaginava que o Remo está às vésperas de pegar seu maior rival em uma partida que o próprio treinador classificou como importantíssima. Mas essa confiança tem motivo: segundo Márcio, o Remo parece estar se ajustando depois de vários altos e baixos ao longo da competição.

"Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar no clássico, contra uma equipe fortíssima, e isso tudo vai fazer com que o jogo seja mais difícil ainda, mas vamos dar nossa vida pra que a gente consiga colocar o Remo numa condição de disputa para a Série B. A gente fica atento a tudo dentro do campo, para que não sejamos surpreendidos e conseguir o objetivo, que é passar de fase, tudo com muita atenção aos jogadores e aos menores detalhes", disse Márcio.

Religioso, o paulistano citou a interferência divina durante o papo com os jornalistas, reforçando que sempre busca orientação espiritual nos momentos bons e ruins de sua trajetória como técnico. "Eu procuro pensar de uma forma que tudo na nossa vida tem um 'porquê'. Temos que sempre pensar que esse porquê nos levará à Série B, pois tudo são obras de Deus. Às vezes a gente pensa que o caminho que estamos é o pior possível, mas isso é pra gente, mas pra Deus pode ser o caminho mais curto", falou o treinador, em referência aos momentos ruins que o Leão enfrentou na temporada 2019.

Ainda sobre as dificuldades, Márcio reconheceu os tropeços do Leão e destacou os sucessos, dando a entender que agora segue confiante para enfrentar o rival em um jogo tão importante para ambos os times. "Não é fácil manter uma equipe ganhando sempre, e com perdas ainda do jeito que tivemos e mais difícil ainda, é como 'trocar pneu com o carro andando'. Tivemos muitas oscilações na competição, mas eu creio que conseguimos entrar de novo no caminho e esperamos levar até a Série B, que é o nosso objetivo", explicou.

Márcio por Márcio

Quando perguntado sobre como se sentia por ser um dos técnicos que está há mais tempo comandando o Leão nos últimos anos, Márcio disse que não gosta de falar sobre si mesmo, dando essa prerrogativa aos jornalistas que, segundo ele, são mais qualificados para analisar sua conduta. "Procuro focar no campo, e dar o melhor de mim para que o Remo seja sempre vitorioso. Acredito que o tempo vai mostrando a condição de cada um e espero que possa estar sendo muito feliz ainda com a equipe aqui do Remo".

Por fim, o técnico agradeceu a confiança que vem recebendo, principalmente após a vitória sobre o São José na Série C e a goleada em cima do Sobradinho, por 3 a 0, na disputa da Copa Verde. "O jogo contra o São José foi a maior prova. Passei uma semana difícil no Remo, muito ameaçado no cargo, mas tive a confiança do nosso presidente, uma pessoa que aprendi a gostar, uma pessoa íntegra, do bem, e isso me deixa cada vez mais envaidecido e com mais responsabilidade de transformar tudo isso que ele fez aqui em uma Série B", finalizou Márcio Fernandes. 

Paysandu e Remo se enfrentam no domingo (25), às 18 horas, no estádio Mangueirão, por uma vaga na fase mata-mata da Série C. Você acompanha o lance a lance da partida aqui, com transmissão ao vivo em OLiberal.com.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!