Jogadores do Remo lamentam a morte de técnico ex-seleção brasileira

Atletas utilizaram suas redes sociais em homenagem ao técnico que faleceu no domingo (15).

Redação Intregrada

Os jogadores do Remo lamentaram a morte do ex-técnico de futebol Carlos Amadeu, que faleceu ontem, aos 55 anos, vítima de um ataque cardíaco em sua residência na Arábia Saudita. Amadeu estava treinando a equipe do Al-Hilal e trabalhou com os atletas Felipe Gedoz e Eron.

O meia Felipe Gedoz utilizou sua conta no Instagram para lembrar do treinador. Agradeceu pelas oportunidades e lamentou seu falecimento. Os dois trabalharam juntos no Vitória-BA na Série B.

“Não estou acreditando que estou escrevendo uma coisa dessas. Há um mês estávamos conversando, você estava feliz e motivado.  Agora esse imenso céu azul está recebendo outra estrelinha. Obrigado por tudo, professor. Foi curto o nosso momento, mas com certeza aprendi e levarei seus conselhos para o resto da minha vida”, escreveu.

O atacante Eron também trabalhou com Carlos Amadeu nas categorias de base do rubro-negro baiano. Eron também usou a rede social para lamentar a morte do técnico.

“Sem acreditar nessa notícia triste que acabei de receber. Vá com Deus, professor. Obrigado por todos os ensinamentos”, publicou.

Carlos Amadeu foi jogador de futebol e conquistou o título brasileiro pelo Bahia em 1985. Trabalhou como técnico da base do Tricolor baiano e também do Vitória-BA, chegando a comandar também a equipe profissional.  Carlos Amadeu também treinou as seleções brasileiras de base Sub-17 e Sub-20

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES