Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Torcedor do Paysandu foi 'educado' pelo pai para torcer pelo Lobo

Hugo Leonardo Faro, 25 anos, estudante

Hugo Leonardo Faro / Especial para O Liberal

Minha história com o Paysandu começa desde de pequeno. Meu pai (João) sempre me “educou” a ser bicolor, mostrando fatos e toda a história que o Paysandu tem no meio esportivo. Minha família e dividida entre azulinos e bicolores, e esses ensinamentos do meu pai fez com que eu sempre tivesse essa paixão a mais pelo bicolor.

Em 2002, quando o Paysandu foi Campeão dos Campeões, batendo o Cruzeiro nos pênaltis, onde meu pai feliz demais com a maior conquista da história do clube, saiu na rua correndo com a bandeira no ombro, e eu e meu irmão (Lucas) atrás dele. A rua da minha casa estava lotada de pessoas comemorando o fato, ali fui percebendo as pessoas amavam tanto o futebol e o Paysandu, e essa paixão foi transmitida para mim naquele momento.

Esse amor se concretizou em 2010, quando fui a primeira vez ao estádio. A final do Parazão foi disputada no Mangueirão, o Paysandu conquistou o título com a vitória de 3x1 contra o Águia de Marabá. Estádio estava completamente lotado, e aquela atmosfera me levou a crer que eu estava mais do que certo em escolher ser Paysandu.

Desejo dias melhores ao clube, almejando um acesso a Série B. E acredito que coisas boas viram nesse futuro, e estarei sempre ao lado do meu clube independentemente da situação, porque e assim, não e a gente que escolhe ser Paysandu, é o Paysandu que escolhe a gente.

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES