Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paysandu: Eutrópio pede mudança e fala sobre pressão, dispensas e contratações

Papão busca a primeira vitória na Série C e técnico alviceleste relata a como foi o clima após revés diante do Belo na Curuzu

O Liberal

O Paysandu viaja nesta tarde para Salvador (BA), onde encara o Jacuipense-BA, no sábado (12), às 19h, no Estádio Putuaçu, pela terceira rodada da Série C. O clube paraense tenta a primeira vitória na competição e o técnico Vinícius Eutrópio pediu acima de tudo mudança de atitude e falou sobre como administrar a pressão nos jogadores e comissão técnica.

O comandante alviceleste vai para a sua terceira partida à frente do Papão, todas elas na Série C, mas o Eutrópio quer um time com o mesmo espírito que viu na final do Parazão diante da Tuna e afirmou que mudanças irão ocorrer no time.

“Teremos mudanças, não tantas como existisse a possibilidade, por questões internas, além de mudanças de atitude em relação a todos”, disse.

Clima tenso

Vinícius Eutrópio nem bem chegou e já enfrenta um momento de turbulência. Longe da Série B desde 2018, o Paysandu ainda não ganhou na Terceirona e não pode deixar o tempo passar, já que é uma competição que requer uma regularidade, além de ser o principal compromisso do clube bicolor na temporada.

“É duro, não é fácil, não. Ficar triste depois de uma derrota, tivemos o título, depois uma semana difícil com uma viagem para Tombos (MG), depois tivemos uma semana muito boa de trabalho e a chance de deslanchar de vez na temporada era grande, mas não foi o que ocorreu. A cobrança interna é importante para aumentar a responsabilidade e o nível de concentração nos jogos”, falou.

Reforços

Dois jogadores deixaram o clube nesta semana, o atacante Igor Goularte e o volante Elyeser não fazem mais parte do grupo para a Série C, mesmo com o Paysandu não divulgando oficialmente, porém Eutrópio e comissão técnica ainda avaliam os atletas e o treinador afirma que o clube está procurando e que vai solucionar essas carências no grupo.

“Desde o início temos falados que é importante avaliarmos o elenco, conhecer os atletas, estamos atentos ao mercado e as contratações têm que existir. Estamos em um clube grande e almejamos coisas grandes, mesmo que o resultado fosse bom, não pararíamos, pois queremos acrescentar o nível de qualidade do grupo”, afirmou.

Dispensas

As saídas de jogadores nesse momento do clube devem ocorrer durante os próximos dias, mas Eutrópio está tranquilo e que o jogador precisa estar confiante para exercer o seu melhor dentro de campo.

“[Dispensas] Isso é uma coisa que sempre citam, principalmente com relação aos resultados. Temos que ter tranquilidade, a diretoria e comissão estão avaliando, se houver alguma coisa parte da diretoria, mas sempre com o aval da comissão técnica. Eu e todo staff temos que dar suporte aos jogadores, a cobrança e a conversa franca existem, mas também é importante partir de um comando técnico a tranquilidade e a confiança, jogador confiante é tudo. É preciso passar ao jogador que todo o clube confia nele”, comentou.

Time técnico

Contra o Jacuipense o comandante bicolor acredita em um bom desempenho, reconheceu a apresentação fraca diante do Botafogo-PB, mas garante que o caminho é a mudança de postura.

 “Nós temos um time técnico, já mostramos em outras situações que temos essa condição, mas faltou esse quesito [no último jogo] e nós temos que colocar do princípio de competir forte e ter atitude e isso é fundamental para mudarmos e sair de Salvador com um bom resultado”

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES

(