Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Em partida marcada por erro de arbitragem, Paysandu empata com o Mirassol pela Série C

Com o resultado, ambas as equipes terminaram a rodada dentro do G-8, que classifica à próxima etapa do torneio.

Caio Maia

O Paysandu empatou em 1 a 1 com o Mirassol na noite desta segunda-feira (25), no estádio Campos Maia, no interior de São Paulo, em partida válida pela 3ª rodada da Série C. O Papão até saiu na frente, com Marlon, na primeira etapa. No entanto, levou o empate no segundo tempo, em gol de Léo Duarte. Apesar da boa partida, o jogo ficou marcado por uma grave falha de arbitragem. 

Com o resultado, o Papão subiu para a oitava colocação da Série C, com cinco pontos conquistados em três partidas. Já o Mirassol está em terceiro lugar, com sete pontos. Ambas as equipes estão no G-8, zona de acesso à próxima fase da Terceirona. 

O próximo compromisso do Bicola pela Série C será no sábado (30), contra o Ypiranga-RS, pela quarta rodada. A partida, que começa às 17h, na Arena Verde, em Paragominas, terá transmissão Lance a Lance pelo Oliberal.com. 

Primeiro tempo

A partida começou melhor para o time bicolor. O Paysandu avançou as linhas de marcação e começou e passou a sufocar o Mirassol desde os primeiros metros de campo. A partir disso, o Papão começou a roubar a bola mais perto do gol e conseguir lances de perigo.

Aos 6 minutos, Robinho arriscou de fora da área e quase marcou. Aos 13, foi a vez de Marlon, de bicicleta, finalizar para a meta do goleiro Darley. No entanto, o Mirassol começou a acertar a marcação e igualar as ações dentro da partida.

Apesar de passar a ter mais com a bola, o time paulista não conseguia fazer o gol. Por outro lado, quando o Mirassol perdia a posse,  era a vez do Papão ser perigoso em contra-ataques. No final da primeira etapa, a estratégia bicolor foi recompensada. Robinho cruzou a bola e Marlon empurrou para o gol. 1 a 0 Bicola. 

Marlon marcou o gol bicolor (Vitor Castelo/Paysandu)

Segundo tempo

Depois do intervalo, o Papão voltou com a mesma postura do início da primeira etapa: marcação alta para sufocar o adversário. A ideia era marcar o segundo gol e garantir o resultado. No entanto, a equipe bicolor não aproveitou as chances que teve e perdeu ritmo depois dos 10 minutos. 

A partir disso, foi a vez do Mirassol mandar no jogo. A equipe paulista fez uma blitz em cima da defesa bicolor e quase empatou a partida, mas parou em grandes defesas de Thiago Coelho. No entanto, a insistência do clube de São Paulo gerou frutos. Aos 29, Pará cruzou para a área e Léo Duarte cabeceou meio sem querer para empatar.

Com o gol de empate, o Mirassol sentiu que a virada era possível e partiu pra cima. Porém, a grande insistência da equipe paulista culminou em um lance de grave erro de arbitragem. Em cruzamento na área, Thiago Coelho saiu mal do gol. A bola sobrou para Negueba, que chutou, mas Genilson tirou de cima da linha. Na segunda bola, Léo Duarte finalizou novamente e Genilson tirou de dentro do gol, mas a arbitragem não deu. 

Após o lance a partida se transformou em um duelo de "trocação". Ambos os times atacavam e cediam espaços atrás. Léo Duarte, em cabeceio, quase marcou para o Mirassol. Do lado do Paysandu, foi a vez de Patrick Brey arriscar de fora da área e quase ampliar o placar. Apesar das chances, a partida terminou empatada em 1 a 1.  

Ficha técnica

Mirassol x Paysandu

3ª rodada da Série C do Brasileirão

Data: 25 de abril, segunda-feira

Hora: 20h

Local: estádio Campos Maia, em Mirassol

Arbitragem: Lucas Paulo Torezin (DF)

Auxiliares: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Machado Brischiliari (PR)

Quarto árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Gols: Marlon 47/1T (PAY); Léo Duarte 29/2T (MIR)

Cartões amarelos: Pará e Daniel (MIR); Igor Carvalho, Mikael e José Aldo (PAY)

Mirassol-SP: Darley; Ivan (Léo Duarte), Luiz Gustavo, Rodrigo Sam e Rhuan (Pará); Daniel, Paulinho, Camilo (Matheus Oliveira) e Gleyson (Kauan); Osman Júnior e Negueba. Técnico: Ricardo Catalá.

Paysandu: Thiago Coelho; Bruno Leonardo, Genílson, Lucas Costa (Igor Carvalho) e Patrick Brey; Mikael, Wesley (Yure) e José Aldo; Robinho (Alessandro Vinícius), Marlon e Marcelo Toscano. Técnico: Márcio Fernandes.

 

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES