Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CBF nega VAR entre Paysandu e Náutico e escala arbitragem para quartas de final da Série C

O gaúcho Anderson Daronco será o responsável pela disciplina em campo no duelo no Mangueirão

Carlos Fellip

O primeiro jogo da decisão que valerá o acesso à Série B do campeonato brasileiro de 2020, entre Paysandu e Náutico, não terá o auxílio do VAR (do inglês Video Assistant Referee). A decisão foi divulgada nesta terça-feira (27) pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF/PE).

O pedido para que tivesse o auxílio eletrônico à arbitragem, aliás, partiu da própria representante do futebol pernambucano, mas a diretoria de competições da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) vetou alegando apenas "questões técnicas". Para alugar o serviço do VAR, um clube gasta, no mínimo, R$ 50 mil.

ARBITRAGENS DEFINIDAS

A primeira rodada das quartas de final já tem equipe de arbitragem definida. Em Belém, o dono do apito será o gaúcho Anderson Daronco, de 38 anos. Ele terá como assistentes os conterrâneos Elio Nepomuceno de Andrade Júnior e Jorge Eduardo Bernardi.

Veja abaixo os outros trios confirmados pela Comissão de Arbitragem:

Confiança x Ypiranga-RS
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Silbert Faria Sisquim

São José x Sampaio Corrêa
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer

Imperatriz x Juventude
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Michael Correia e Luiz Claudio Regazone

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES