Após vitória fora de casa, Paysandu lida com assunto polêmico

Equipe venceu a Tombense, fora de casa, e permanece no G4 da Série C

Redação Integrada

No desembarque da delegação do Paysandu, após a vitória diante da Tombense-MG, o momento positivo resultou em sorrisos do meia Thiago Primão e do treinador Hélio dos Anjos. Eles também posaram para fotos com torcedores. 

A tranquilidade foi quebrada por um assunto espinhoso, porém. O treinador bicolor, Hélio dos Anjos, comentou sobre o desligamento do atacante Pimentinha, que não integrou o grupo em Tombos, alegando problema particular e insatisfação com a reserva na equipe principal. "Ninguém é maior que o Paysandu", disse Hélio dos Anjos. Ele já havia postado uma frase no microblog Twitter semelhante. Está visivelmente aborrecido. A situação do jogador está sob análise do departamento jurídico do clube. Pimentinha tem contrato até o fim da Série C e está emprestado junto ao Botafogo-SP.  

Como a reportagem adiantou ainda na noite de quinta-feira (04), a comissão técnica preza pelo comportamento dentro das regras e não vai tolerar o que fez Pimentinha horas antes da viagem para a última partida. Não é a primeira vez que Pimentinha se envolve em um caso de abandono de emprego no futebol paraense. Quando atuava pelo Remo, em 2017, o atleta foi dispensado. Alegou que não recebia salários e também saiu da equipe na última rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.  

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!