Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo
AGENDA
Julho
Agosto

Inveja, Medina: Bruno Fratus garante bronze e beija esposa na comemoração em Tóquio

Medalha do carioca nas Olimpíadas é a primeira de um atleta treinado por mulher na natação brasileira

O Liberal, com informações da AFP

O nadador brasileiro Bruno Fratus conquistou a medalha de bronze nos 50m livre na manhã deste domingo (noite de sábado no Brasil), nos Jogos de Tóquio. O atleta de 32 anos é o nono nadador do Brasil a subir no pódio individual nas Olimpíadas, além de ser o responsável pela quarta medalha do país nos 50m livre do maior evento esportivo do mundo. 

"Tenho que agradecer a muita gente do COB, da CBDA e do Minas Tênis Clube e publicamente eu queria agradecer dois caras, um é o  Cesar Cielo, que mostrou que era possível há uns anos atrás. No começo da minha carreira, se eu não tivesse tido a oportunidade de competir ao lado de quem eu acredito ser o melhor velocista da história eu não teria chegado aqui hoje", exaltou, para em seguida lembrar de outro companheiro das piscinas.

"E agradecer ao Fernando Scheffer [bronze em Tóquio nos 200m livre], que mostrou essa semana que era possível", disse Fratus ao site do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Bruno Fratus conquista a medalha de bronze no final 50m livre masculino Brasileiro disputou a quarta final seguida na competição

A medalha de Bruno Fratus também representa a primeira de um atleta treinado por uma mulher na natação brasileira. Ele é orientado pelo americano Breatt Hawke e por sua esposa, Michelle Lenhardt, ex-nadadora olímpica que o acompanhou em Tóquio.

Após a premiação, com a medalha no peito, o brasileiro beijou o pódio e correu para abraçar Michelle, que estava na área da piscina.

"[Tenho que agradecer a] Michelle, minha esposa, o que ela me falou antes da prova fez toda diferença. Me permitir ser feliz independente do que acontecesse hoje. [E ao] Brett Hawke, meu melhor amigo, meu técnico, que estava mais ansioso do que eu”, afirmou ao site do COB.

A cena foi de causar inveja ao surfista Gabriel Medina, que tentou e não conseguiu levar a modelo e namora Yasmin Brunet até o Japão para acompanhá-lo durante os Jogos Olímpicos. Ela foi barrada pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

Esposa de Medina, Yasmin Brunet critica COB por veto em Tóquio: 'Descaso' Por causa da pandemia do coronavírus, o Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio anunciou medidas restritivas para garantir a realização do evento com segurança

Em relação ao vencedor da prova, esse foi o quarto ouro de Dressel no Japão, depois das medalhas nos 100m borboleta (com recorde olímpico), 100m livre (com recorde olímpico) e no revezamento 4x100 livre.

Com esta conquista de Bruno Fratus, o Brasil soma agora nove medalhas em Tóquio 2020, com uma de ouro, três de prata e cinco de bronze.

Em sua terceira participação em Jogos Olímpicos, o nadadador nascido em Macaé (RJ) já havia chegado a duas finais nos 50m livre, ficando em quarto em Londres 2012 e sexto na Rio 2016

Olimpíadas
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS DE OLIMPÍADAS

MAIS LIDAS EM OLIMPÍADAS