Por luta em Curitiba, 'Spider' escolhe Nick Diaz e McGregor como alvos

O brasileiro reafirmou o desejo de seguir lutando e pediu para participar do UFC 237

Lancenet

Na semana do UFC 237, Dana White, presidente do Ultimate, disse que Anderson Silva poderia se aposentar caso fosse nocauteado por Israel Adesanya na noite de sábado (9), em Melbourne, na Austrália. O ex-campeão dos médios perdeu, mas impressionou os fãs com uma excelente performance aos 43 anos. Em coletiva de imprensa, o brasileiro reafirmou o desejo de seguir lutando e pediu para participar do UFC 237, que deverá acontecer em Curitiba, no dia 11 de maio. "Spider" ainda elegeu Nick Diaz como alvo.

- Na última vez que tentei lutar em Curitiba, tive problemas sérios e saí do card. Agora tenho a chance de lutar na minha cidade, onde tudo começou. Falei com o Ed (Soares, empresário), meu time e talvez faça sentido eu contra o Nick Diaz em Curitiba. Vamos ver. Estou esperando por Dana, mas espero lutar em Curitiba. Acho que é uma luta muito interessante porque a última luta com ele foi um "No Contest". Falei com o empresário do Nick meses atrás sobre essa luta, Nick disse "ok, vamos fazer, vamos falar com Dana e fazer". Estou esperando por Dana para falar sobre isso - disse Anderson Silva.
Em maio de 2016, o Ultimate desembarcou em Curitiba, na Arena da Baixada, para um card histórico no UFC 198. Anderson Silva estava escalado para enfrentar Uriah Hall, mas na semana do evento, precisou deixar o embate por causa de fortes dores abdominais. O ex-campeão, na ocasião, foi submetido a uma cirurgia de emergência na vesícula.

Superluta com McGregor?

Suspenso do MMA até 6 de abril, após uma briga generalizada com Khabib Nurmagomedov no UFC 229, em outubro passado, Conor McGregor tem usado as redes sociais, após os eventos, para dar os seus pitacos. No fim do UFC 234, o irlandês exaltou o brasileiro.

- Anderson é um artista marcial muito traiçoeiro. Você só desenvolve esses métodos através de anos de experiência dura de luta. Performance fenomenal. O veterano traiçoeiro. Muito respeito, sempre. Seria uma honra! - escreveu "Notorious", insinuando uma superluta.

Anderson, que tem feito campanha para a lutar com McGregor, gostou da ideia e disse que seria "interessante":  - Primeiro de tudo, respeito ele (McGregor). Acho que neste momento da minha carreira e da carreira do Conor é muito interessante e especial para os fãs. Acho que uma superluta da gente seria muito interessante. O futuro é muito interessante porque tudo muda muito rápido, mas estou pronto para voltar a lutar em breve - finalizou.

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC 234
Melbourne, na Austrália
Sábado, 9 de fevereiro de 2019

Card principal
Israel Adesanya derrotou Anderson Silva por decisão unânime dos jurados
Lando Vannata finalizou Marcos Rosa com uma chave de kimura no 1R
Ricky Simón derrotou Rani Yahya por decisão unânime dos jurados
Montana de la Rosa finalizou Nadia Kassem com uma chave de braço no 2R
Jim Crute derrotou Sam Alvey por nocaute técnico no 1R

Card preliminar
Peso-leve: Devonte Smith derrotou Ma Dong Hyun por nocaute técnico no 1R
Shane Young derrotou Austin Arnett por decisão unânime dos jurados
Kai Kara-France derrotou Raulian Paiva por decisão dividida dos jurados.
Kyung Ho Kang finalizou Teruto Ishihara com um mata-leão no 1R
Jalin Turner derrotou Callan Potter por nocaute técnico no 1R
Jonathan Martinez derrotou Wuliji Buren por decisão unânime dos jurados

Mais Esportes