Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Brasileira Bia Haddad sobe uma posição e atinge o top 15 no ranking mundial

Mesmo com a eliminação do WTA 1000 Cincinnati, nos Estados Unidos, a tenista conseguiu pular uma colocação na lista

Aila Beatriz Inete

Mesmo com a eliminação do WTA 1000 Cincinnati, nos Estados Unidos, na última terça-feira (16), a tenista Bia Haddad subiu mais uma posição no ranking mundial. Agora, a brasileira é a 15º colocada na lista. 

Bia Haddad conseguiu pular uma posição porque neste domingo (21), a tcheca Petra Kvitova perdeu para a francesa Caroline Garcia na final do WTA 1000 Cincinnati. A derrota de Kvitova ajudou a brasileira na briga pelo top 15, já que a tenista da República Tcheca poderia ultrapassar Bia caso vencesse. 

VEJA MAIS 

Conquistas, recordes, carreira... Conheça Bia Haddad, nova sensação do tênis brasileiro e mundial
Aos 26 anos, Bia já estabeleceu vários recordes na modalidade

Bia Haddad atinge a melhor posição de uma brasileira no ranking mundial de tênis
Na 29° posição, brasileira igualou a marca de Maria Esther Bueno, lenda da modalidade aqui no Brasil

Brasileira Bia Haddad derrota número um do mundo no Aberto do Canadá de Tênis e faz história
A tenista se tornou a primeira brasileira a alcançar as quartas do torneio; desde 2004 um representante brasileiro não derrotava quem estava na liderança do ranking mundial

Bia Haddad é vice-campeã do WTA 1000 de Toronto e alcança o 16° lugar no ranking mundial
Brasileira conquista o segundo melhor resultado de um tenista do Brasil, entre homens e mulheres, no ranking mundial

A brasileira estava na 16 posição após conseguir o vice no WTA 1000 Toronto. Bia segue sendo a atleta do tênis do Brasil com a segundo melhor posição em um ranking mundial. Ela está atrás apenas de Guga, que foi número 1 do mundo entre os anos de 2000 e 2001. 

Na WTA,  Bia é a brasileira com a melhor colocação da história na lista, já que na época de  Maria Esther Bueno, que dominou o cenário do tênis mundial na década de 1960 e 1970, quando conquistou oito Grand Slams, não existia o ranking mundial. 

Agora a tenista se prepara para competir no US Open, que começa na próxima semana, em quadra dura, em Nova York. 

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES