Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

No duelo entre treinadores portugueses, Palmeiras vence, e Vasco volta a zona de rebaixamento

Após um primeiro tempo bastante disputado, porém com poucas chances de gol, o Alviverde voltou melhor na etapa final e Luiz Adriano marcou o gol da vitória, de pênalti

LANCE!

No duelo entre os treinadores portugueses, o Palmeiras venceu o Vasco por 1 a 0 em São Januário pela 20ª rodada do Brasileirão. Após um primeiro tempo bastante disputado, porém com poucas chances de gol, o Alviverde voltou melhor na etapa final e Luiz Adriano marcou o gol da vitória, de pênalti. Com o resultado, os cariocas permanecem com 19 pontos e entram na zona da degola. Os paulistas, por sua vez, entram no G-6 com 31 pontos.

Na próxima rodada, o Gigante da Colina volta a campo no dia 14, sábado, às 16h30, diante do Sport, na Ilha do Retiro. No mesmo dia, o Alviverde recebe o Fluminense, às 21h30, no Allianz Parque. Antes disso, a equipe paulista enfrenta o Ceará pelo jogo de ida das quartas de finais da Copa do Brasil, quarta, dia 11, às 16h30, também no Allianz.

Confira a tabela do Campeonato BrasileiroInício equilibrado e com propostas diferentesO reencontro entre os conterrâneos Sá Pinto e Abel Ferreira começou equilibrado e com propostas de jogo diferentes. O Vasco adotou o esquema com três zagueiros, juntando bem as linhas e não dando espaço ao adversário. Já o Palmeiras apresentou um time mais leve, apostando nas triangulações entre os seus armadores e os pontas. Nos primeiros vinte minutos, a equipe paulista teve dificuldade em furar o bloqueio vascaíno, enquanto o Cruz-Maltino errava muitos passes, que dificultavam a transição ofensiva.

Pouca criatividade e muitos erros de passe​Ao longo de todo primeiro tempo, as equipes pouco finalizaram a gols em virtude de erros em excesso. Apesar do Palmeiras ter mais posse de bola, o Vasco finalizou mais, porém apenas de longa distância. As melhores chegadas do Gigante da Colina foram em ligações direta, com lançamentos para os alas tentarem encontrar Cano na área. O clube paulista teve uma única boa chance em cobrança de falta de Raphael Veiga, que Neto Borges desviou e afastou o perigo.

Goleiros salvam no início da segunda etapaNa etapa final, as equipes seguiram atuando dentro de suas características e os treinadores não mexeram no intervalo. No entanto, o Palmeiras voltou melhor e logo teve chance de abrir o placar. Aos 3, Rony recebeu no meio da defesa e ficou na cara do gol, porém Fernando Miguel saiu bem e salvou o Vasco. Três minutos depois, Gustavo Gómez acertou um belo cruzamento e Gabriel Menino completou para o gol. Contudo, o arqueiro vascaíno fez uma defesa segura.

Em seguida, o time de Sá Pinto respondeu com perigo e logo com o seu artilheiro. Germán Cano recebeu na área, cortou o zagueiro e chutou rasteiro. Porém, Weverton fechou o ângulo e saiu no pé do atacante argentino. Com mais espaço, o Gigante da Colina tentou trabalhar a bola com o seu jogador mais criativo: Benítez, mas encontrou dificuldade em criar boas chances. Aos 16, Andrey recebeu e tentou um chute colocado de longa distância. A bola passou bem perto da meta palmeirense.

Pênalti e gol de Luiz Adriano​Com dificuldade na criação e em ultrapassar as linhas do adversário, Abel Ferreira decide fazer mudanças para aumentar as triangulações do ataque palmeirense. Assim, Lucas Lima entrou em campo e em seu primeiro lance, foi derrubado por Neto Borges na área. Daronco assinalou e Luiz Adriano foi para a cobrança. O centroavante alviverde bateu, Fernando Miguel defendeu, mas no rebote o camisa 10 estufou as redes e abriu o placar.

Palmeiras com menos um e Vasco tenta o empateA partir do gol do Palmeiras, Sá Pinto fez substituições buscando colocar sangue novo e tentar empatar a partida. Ele promoveu a estreia do colombiano Gustavo Torres, que apareceu bem. Ele recebeu uma boa bola na esquerda e bateu firme para uma defesa segura do arqueiro alviverde. Mesmo com um jogador a mais devido à lesão de Felipe Melo, o Vasco tentou empatar mais na base da transpiração, do que da inspiração, porém não conseguiu chegar ao empate e voltou a zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICAVASCO 0x1 PALMEIRAS

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)Data: 8 de novembro de 2020, às 16hÁrbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Michael Stanislau (RS)VAR: Daniel Nobre Bins (RS)Renda/Público: Portões fechados

Cartões amarelos: Léo Matos (VAS), Gustavo Gómez. Vinã e Lucas Lima (PAL)Cartão vermelho:

Gols: Luiz Adriano (27º/2T)

VASCO (Técnico: Ricardo Sá Pinto)Fernando Miguel; Miranda, Leandro Castan e Ricardo Graça (Vinícius 40º/2T); Léo Mattos, Andrey (Ribamar 36º/2T), Léo Gil (Marcos Júnior 18º/2T), Benítez (Carlinhos - 18º/2T), Neto Borges; Talles Magno e Cano (Gustavo Torres 36º/2T).

PALMEIRAS (Técnico: Abel Ferreira)Weverton; Gabriel Menino (Marcos Rocha 18º/2T), Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima 24º/2T); Gabriel Veron (Gustavo Scarpa 18º/2T), Rony (Willian 24º/2T) e Luiz Adriano (Danilo 32º/2T).

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES