Documento revela que atletas querem partidas de portões fechados no Pará

Reportagem teve acesso a um documento sigiloso e revela detalhes

Nilson Cortinhas

A Federação Paraense de Futebol (FPF) deu prosseguimento a Comissão de Elaboração do Protocolo de Segurança no Combate ao COVID-19, nomeando 12 profissionais responsáveis, nesta segunda-feira (18). 

O coordenador é o vice-presidente da FPF, Paulo Romano. "Vários médicos, educadores físicos fazem parte, para que possamos ter um protocolo seguro. A ideia é de criarmos um protocolo para que, nos dias de jogos, estejamos seguros: atletas, comissão técnica, maqueiro, gandula, imprensa e órgãos de segurança".

Uma entidade representada na comissão é o Sindicato dos Jogadores Profissionais, por meio do presidente da entidade, que é Oberdan Bendelac, ex-jogador de sucesso do Paysandu.

Vários atletas foram consultados por meio da entidade sindical, sendo elaborado uma série de recomendações que serão discutidas na comissão. A seguir. os detalhes do documento, obtido com exclusividade: 

Testagem global

Para o campeonato retornar, os clubes deverão insistir na testagem constante de seus funcionários, assim como fizeram para a volta aos treinos. Estima-se serem necessários 10 000 testes. Cada equipe poderá verificar o resultado laboratorial no mesmo dia do exame, assim como será disponibilizado o resultado ao examinando.

Quarentena

Após os testes, a ideia é colocar os atletas em quarentena de 24 horas antes do jogo, em hospedagem assegurada pelo clube, assim como os árbitros com estádia de isolamento sob responsabilidade da Federação.

Portões fechados e higiene dos estádios

Os jogos precisam ser realizados de portões fechados ao público em geral, sendo que a proposta é higienizar, com pelo menos 30 minutos antes do início das partidas, usando cloro na higienização dos gramados, portões e estrutura em geral do estádio, bem como higienização das bolas utilizadas nas partidas.

Calendário

O calendário acabe o mais breve possível. 

Testes positivos

Os atletas que eventualmente testarem positivos serão necessariamente afastados por doença ocupacional, conforme decisão do STF.

Quem entrará no estádio

Seja dispensada toda entrada desnecessária ao estádio

Comportamento

Seja orientado a evitar contatos, como cumprimentos mediante apertos de mãos, abraços, evitarem cuspir no gramado, beijarem a bola.

Todos que adentrarem o estádio usarão máscaras e álcool em gel, durante a partida - a exceção dos atletas e arbitro em jogo, todos os demais permanecerão fazendo uso das máscaras, inclusive os gandulas.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES