Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Preços de encomendas dos Correios não terão reajuste

Empresa afirma que em mais de 400 cidades haverá redução de tarifas

O Liberal

A Empresa de Correios e Telégrafos anunciou que, pelo segundo ano consecutivo, não efetuará reajuste nos preços de encomendas nacionais e internacionais, tais como Sedex, PAC e serviços de importação e exportação. E garantiu que em 420 cidades, haverá a redução dos valores praticados a partir do próximo dia 31.

Para o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, “a empresa espera, com as medidas anunciadas, permanecer como a maior parceira do e-commerce nacional, bem como importante incentivadora do crescimento da economia brasileira. Nesse momento de recuperação econômica, é importante dar apoio às atividades de quem quer produzir, gerar valor – principalmente os micros e pequenos empreendedores que atuam no comércio eletrônico”.

 Em 2021, os Correios registraram um aumento de 40% no volume de encomendas em relação ao ano anterior. Decorrente das mudanças no comportamento do consumidor, o crescimento do segmento foi potencializado pela pandemia, que restringiu a circulação de pessoas e afetou o comércio convencional, segundo avaliou a empresa.

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA