Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

No Pará, 165 mil pessoas ainda podem sacar o benefício ‘Vale-gás’; entenda

Há 3.484 famílias aptas a receber o benefício em Belém, 3.461 em Altamira e 2.781 em Gurupá. Prazo para saque segue até junho

O Liberal

Em todo o Pará, 165 mil famílias paraenses que têm direito ao benefício do programa ‘Vale-gás’, do Governo Estadual, ainda não sacaram o auxílio. O programa, que garante a compra de botijões de 13 quilos para famílias paraenses em situação de extrema pobreza, já está na terceira etapa, iniciada em março deste ano. Conforme o decreto que regulamenta o “Vale-gás”, a parcela ficaria disponível por 90 dias, ou seja, os valores dessa terceira etapa poderão ser sacados até o dia 13 de junho.

Em Belém, 3.484 pessoas, cadastradas como responsável familiar, ainda podem realizar o saque. Outras 3.461 famílias estão na mesma condição de retardatários em Altamira e mais 2.781 em Gurupá.

Como sacar o Vale-gás?

Para sacar, os beneficiários podem procurar as agências do Banco do Estado do Pará (Banpará). No site https://ce.banpara.b.br/valegas/, os beneficiários podem consultar e confirmar o depósito dos R$ 100,00, e também pelo site da Seaster.

Quem tem direito?

Para ser contemplada pelo programa “Vale-Gás”, a unidade familiar precisa estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda per capita declarada igual a zero. O auxílio é concedido em duas cotas de R$100, disponibilizadas em forma de crédito pelo Banco do Estado do Pará (Banpará).

Assistência

A iniciativa já beneficiou cerca de 148 mil famílias, representando um investimento de R$ 14 milhões e 844 mil, segundo o Governo do Estado.

Moradora do bairro do Telégrafo, em Belém, Márcia Santos conta que viu a informação pela televisão e logo foi sacar o benefício. “Eu recebi tudo direitinho, as três parcelas. Vi pela TV e conseguir ir sacar a tempo. Me ajudou e muito”, reforçou a beneficiária.

A pandemia do novo coronavírus despertou a implementação de ações estratégicas e emergenciais nas mais diversas áreas, em especial, na saúde e na assistência social.

“O 'Vale Gás' surge como um benefício importante para a garantia da alimentação da população mais vulnerável. Em meio a um contexto difícil, o alto valor do gás de cozinha e dos insumos alimentares, o governo garantiu apoio à população. Somado a outros benefícios, o programa fez com que o Pará fosse reconhecido como segundo estado do país que mais investiu em distribuição de recursos para a população durante a pandemia. É fundamental que nós possamos reforçar o combate à pobreza e às desigualdades no Estado do Pará e isso tem se dado com muito zelo e cuidado com o nosso povo”, ressaltou Inocencio Gasparim, titular da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA