Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Itaipu reduz tarifa de energia em 8%

Queda ocorre após 13 anos de congelamento da taxa

O Liberal

Após 13 anos de congelamento da taxa, autoridades da Itaipu Binacional anunciaram, nesta terça-feira (9), que a tarifa de serviços de eletricidade da hidrelétrica foi reduzida em 8,2% em 2022. A informação é do Ministério de Minas e Energia. Com informações do site Gazeta do Povo. 

De acordo com o MME, o chamado Custo Unitário dos Serviços de Eletricidade (Cuse), é um dos componentes da tarifa de repasse de Itaipu, foi definido em 20,75 dólares/kW para o ano de 2022. O Brasil defendia um valor de 18,97 US$/kW; o Paraguai quis manter os 22,60 US$/kW, ampliando o valor disponível para as despesas de exploração.

O colegiado brasileiro e paraguaio chegou a um consenso ao estabelecer o Custo Unitário dos Serviços de Eletricidade (Cuse) para o ano de 2022 em 20,75 US$/kW, alcançando um valor intermediário com respeito às propostas pleiteadas inicialmente por ambas as margens da binacional.

O presidente Bolsonaro fez o seguinte comentário no twitter: "Após intensa negociação com o Paraguai, foi aprovada a redução de 8,2% da tarifa utilizada na comercialização da energia de Itaipu Binacional, a primeira em quase 15 anos, que reduzirá custos de energia, produtos e serviços, beneficiando a região e, consequentemente, o Brasil!

Os ingressos adicionais estimados serão utilizados para a manutenção da tarifa de repasse de Itaipu nos moldes da aprovada provisoriamente pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em dezembro de 2021, que considerou o valor de 18,97 US$/kW para o Cuse, não havendo, portanto, impacto para o consumidor final.

Esse consenso foi alcançado após um processo de análise das propostas de orçamento para este ano nas esferas da Diretoria Executiva e do Conselho de Administração, no âmbito da cooperação e do diálogo permanente que regem a relação entre os dois países proprietários do empreendimento hidrelétrico.

A operação e os projetos estratégicos da empresa, como a atualização tecnológica da usina, a Ponte da Integração Brasil-Paraguai e a revitalização do sistema de Corrente Contínua de Alta Tensão (HVDC), entre vários outros, estão com os recursos preservados para a sua execução.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA